Ioga

O Ashtanga Yoga de John Scott no telemóvel e no iPad

O professor John Scott conhecido por ter ajudado Madonna a ter o corpo tonificado e por ser também o professor de Sting e de Trudi Styler tem várias aplicações para ajudar quem se está a iniciar na prática de Ashtanga Yoga.
Fotogaleria

Quando John Scott começou a praticar Ashtanga Yoga, há 30 anos, fazia-o como se se tratasse de um mero exercício. Praticava ioga como um atleta de alta competição pratica outro desporto qualquer. Em Flow with Life, um curto vídeo realizado por Alessandro Sigismondi que está disponível no seu site oficial, John Scott lembra que o seu Guruji, o grande mestre de Ashtanga Yoga Shri K. Pattabhi Jois (1915- 2009), em Mysore, no Sul da Índia, costumava apontar para ele nas aulas e dizer: “Aquele homem está só a exercitar-se.” Mas com o passar do tempo tudo muda e o John Scott de hoje não é o John Scott daquela altura. Ao longo dos anos, a prática de Ashtanga Yoga continua a ser a mesma, mas como praticante John Scott mudou e passou a encará-la mais como meditação e menos como exercício físico.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Este ex-designer, que praticava golfe e windsurf e começou a praticar ioga com Derek Ireland (1949-1998) e Radha Warrell, que foram pioneiros na divulgação entre os ocidentais deste Ashtanga Yoga mais dinâmico e que dá muita importância à respiração, publicou no ano 2000 o livro Ashtanga Yoga, que trazia um prefácio de Pattabhi Jois. Dois anos depois, John Scott também conhecido por ter ajudado Madonna a ter o corpo tonificado e por ser também o professor de Sting e de Trudi Styler, lançou um DVD para ajudar quem se está a iniciar. Mais recentemente, John Scott lançou aplicações para iOS (que funcionam no iPad, no Apple Watch e na Apple TV mas não são gratuitas) e para Android.

Uma é dedicada à Primeira série (de posturas), outra à Segunda série. O criador das aplicações é Graeme Lunn que combinou algum material do DVD lançado em 2002, com áudios em que John Scott ensina os mantras da prática de Ashtanga, bem como o nome das posturas e a sua contagem em sânscrito. À medida que ouvimos a voz de John a dar as indicações como se nos estivesse a dar uma aula, vamos vendo as imagens em que o próprio está (muitos anos mais novo) a exemplificar as posturas.

Por causa do seu passado de designer, John desenhou também a sequência de posturas passo a passo que ajuda a memorizar os movimentos para quem se está a iniciar na prática. E há até vários Quiz para se testarem os conhecimentos.

Foto
dr

O Ashtanga Yoga, tal como escreve Vera Simões, a professora que co-fundou e dirige o Ashtanga Cascais, blogger e uma das praticantes portuguesas de Ashtanga mais conhecidas, no seu livro Parar. Sentir. Respirar — Uma prática de Yoga para Transformar Corpo, Mente e Alma (Ed. Casa das Letras), “é uma prática imensamente transformadora porque começa por trabalhar o corpo e, gradualmente, vai entrando na área da mente e das emoções. É ensinado como pura meditação em movimento, onde a mestria da execução da respiração associada às posturas funciona para activar dentro de nós algo imensamente subtil e único.”

Tal como John Scott defende, também Vera o diz: “É determinante, no ioga, existir um professor em quem confiamos”. As aplicações digitais e os livros podem ajudar mas como costumava dizer Pattabhi Jois:  “Um por cento é teoria e 99 por cento é prática. É o fazer-se ou a prática diária que traz os inúmeros benefícios e as recompensas.”