Palcos da semana

Encontros musicais, ciclos de artes, curtas em campo e Ibsen num comboio.

Alceu Valença, Elba Ramalho, Geraldo Azevedo, Brasil, O grande encontro, O Grande Encontro 20 Anos: Alceu, Elba e Geraldo (Ao vivo), Caixa O Grande Encontro
Foto

Música
Grande reencontro

Há mais de 20 anos, quatro músicos nordestinos juntaram-se para um projecto que fez história de sucesso na música brasileira: O Grande Encontro. Três deles resolveram recuperar o show. E o êxito tem-se repetido. Chega agora a Portugal. Elba Ramalho, Geraldo Azevedo e Alceu Valença (de fora ficou Zé Ramalho, ainda assim presente com canções no alinhamento) trazem momentos a solo e em duetos, com espaço para repertório próprio, mas também temas alheios.

LISBOA Coliseu dos Recreios
Dia 12 de Julho, às 21h.
Bilhetes de 25€ a 35€

PORTO Coliseu
Dia 13 de Julho, às 21h.
Bilhetes a 30€

 

PÚBLICO -
Foto
Diamantino, de Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt

Cinema
Curtas em campo

Cabe a Diamantino, a cruzada delirante de um futebolista de topo em declínio, co-realizada por Gabriel Abrantes e Daniel Schmidt – e premiada em Cannes –, dar o pontapé de saída do Curtas Vila do Conde. Com o israelita Nadav Lapid como realizador em foco e o francês Yann Gonzalez a receber carta branca para uma sessão especial, a 26.ª edição do festival exibe 31 filmes na competição internacional e 17 na nacional, projectando-se ainda nas secções Experimental, Curtinhas, Take One! e Vídeos Musicais. Fora de competição, destacam-se o programa expositivo New Spain e o ciclo de cineconcertos Stereo, com Moor Mother, Black Bombaim, Linda Martini, B Fachada e outros.

VILA DO CONDE Teatro Municipal, Solar - Galeria de Arte Cinemática e Auditório Municipal
De 14 a 22 de Julho. Programa completo aqui.
Bilhetes a 4€ (sessões de cinema) e 7€ a 10€ (concertos); passe a 50€

 

PÚBLICO -
Foto
Jody Rogac

Música
Utopia de Byrne

Um concerto de David Byrne é sempre aguardado com expectativa. Mais ainda quando distam nove anos desde o último que deu em Portugal e quando o espectáculo é motivado por um álbum acabado de sair: American Utopia. Os novos temas deverão conviver no alinhamento com investidas ao espólio da banda a que estará sempre ligado, os Talking Heads, oficialmente extintos em 1991, depois do hiato que se seguiu ao derradeiro Naked (1988). Sara Tavares e Jéssica Pina asseguram a abertura do espectáculo. É o primeiro do EDP CoolJazz, festival que receberá em Cascais, até ao final de Julho, Badbadnotgood, Gregory Porter, Jessie Ware, Salvador Sobral, Van Morrison e Norah Jones, entre outros.

CASCAIS Hipódromo Manuel Possolo
Dia 11 de Julho, às 20h.
Bilhetes de 25€ a 70€

 

PÚBLICO -
Foto
Teatro Nova Europa

Teatro
Ibsen de Mestre

Depois de ter visitado a obra de Eurípides e Shakespeare, Luís Mestre lança-se a Quando Nós, os Mortos, Despertamos, a última peça de Henrik Ibsen, uma história de perda e desejo de vida escrita pelo dramaturgo norueguês em 1899. O resultado é a peça A Chegada de Um Comboio à Cidade. Trata-se de uma apropriação livre, que troca o cenário da natureza e dos fiordes pelo urbano e tecnológico de uma cidade-edifício auto-suficiente. O encenador pretende trabalhar, assim, questões como "a opressão, o apagamento e o tédio profundo provocados pela sociedade de produção e multitasking".

PORTO Teatro Carlos Alberto
De 12 a 22 de Julho. Quinta e sexta, às 21h; quarta e sábado, às 19h; domingo, às 16h.
Bilhetes a 10€

 

PÚBLICO -
Foto
Hugo Pinheiro

Festival
Artes e amores em ciclos

São Amores e Desamores que conduzem a décima edição do Festival das Artes de Coimbra, onde cada área tem direito ao seu próprio ciclo: música, cinema, conferências, gastronomia, artes plásticas e de palco, sem esquecer actividades educativas para várias idades. O tema é explorado, por exemplo, no concerto de abertura, intitulado Amor Fatal, da Orquestra Filarmónica Portuguesa com o virtuoso do violino Yang Liu, e no de encerramento, com Amor e Saudade da Orquestra Metropolitana de Lisboa. Entre dezenas de eventos, sobressaem ainda o recital do pianista Geoffroy Couteau, em estreia nacional; o bailado Murmúrios de Pedro e Inês, com coreografia de Fernando Duarte, texto de Afonso Cruz e música de Bernardo Sassetti e Fernando Lopes-Graça; a exposição Os Quadros Também se Enamoram, de Graça Morais; a projecção do filme West Side Story num drive-in; a conferência A Ciência e a Poesia do Amor, com Carlos Fiolhais e António Carlos Cortez; e um jantar temático com propostas de quatro chefs.

COIMBRA Quinta das Lágrimas, Convento de São Francisco, Biblioteca Joanina e outros locais
De 13 a 22 de Julho. Programa completo aqui.
Grátis, excepto concertos e bailado (16€), jantar gourmet (50€) e algumas actividades do serviço educativo (2€ a 15€)