Viana do Castelo

PJ deteve 16 suspeitos de "pirataria" com televisão e internet

A operação, que contou com a colaboração da ANACOM, visou o desmantelamento de cinco redes de distribuição ilegal do sinal com dezenas e, em alguns casos, centenas de utilizadores.
Foto
Os suspeitos foram detidos por burla informática SEBASTIAO ALMEIDA/arquivo

A Polícia Judiciária (PJ) de Braga deteve 16 pessoas residentes no distrito de Viana do Castelo por "cardsharing", um fenómeno que consiste na distribuição e recepção ilícita de sinal de internet e pacotes de televisão, divulgou nesta sexta-feira aquela força.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

Em comunicado, a PJ explica que as diligências efectuadas no âmbito de cinco inquéritos visaram o desmantelamento de cinco redes de distribuição de "considerável dimensão", com dezenas e, em alguns casos, centenas de utilizadores. Uma distribuição feita com recurso a "sofisticados" computadores e outra tecnologia, "com evidências de uma prática com vários anos e uma organização empresarial".

Os detidos responsáveis pela difusão e distribuição do sinal, bem como alguns dos utilizadores, foram presentes à autoridade judiciária para interrogatório e aplicação de medidas processuais. A operação contou com a colaboração da Autoridade Nacional de Comunicações (ANACOM) e de outras unidades da PJ. Os detidos são os responsáveis pela distribuição do sinal e alguns dos utilizadores. Estão indiciados pelo crime de burla informática.