Sonae e CTT notificam Concorrência sobre parceria de comércio electrónico

Joint-venture tem como accionistas CTT e a Sonae em partes iguais. Investimento previsto será entre 10 e 15 milhões de euros

Belmiro de Azevedo, Sonae, Negócios
Foto
NELSON GARRIDO

A Sonae e os CTT notificaram a Autoridade da Concorrência (AdC) sobre a criação de uma plataforma comum de comércio electrónico, revela um aviso daquela autoridade hoje publicado na sua página de internet.

Os interessados nesta operação de concentração entre a Sonae e CTT têm até terça-feira para enviarem comentários à Concorrência.

A operação de concentração consiste na criação de uma empresa comum dedicada à exploração de uma plataforma de comércio electrónico para a prestação de serviços de intermediação de relações comerciais entre comerciantes e consumidores, controlada conjuntamente pela Sonae (grupo dono do PÚBLICO) e pela CTT - Correios de Portugal, lê-se no aviso.

Antes da notificação à AdC, em 14 de Junho, os CTT, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), explicaram que a nova parceria tem como accionistas os CTT (50%) e a Sonae (50%), e que o investimento necessário para a implementação deste projecto é de 10 a 15 milhões de euros nos dois primeiros anos de operação, repartido em partes iguais entre as duas empresas.

A Sonae SGPS está cotada na Bolsa Euronext de Lisboa, detendo participações de controlo num conjunto de sociedades activas nos negócios da distribuição de base alimentar e não-alimentar, comunicações electrónicas, audiovisual e tecnologias de informação e gestão e promoção de centros comerciais.

Os CTT - Correios de Portugal também estão cotados na bolsa de Lisboa, actuando, directamente ou através das suas subsidiárias, em quatro segmentos de negócio: correio, expresso e encomendas (incluindo serviços de logística e carga last mile), serviços financeiros e banca.