Pai de Meghan Markle continua a embaraçá-la

Thomas Markle declara que se Isabel II vai conhecer Trump também deveria ter disponibilidade para o receber a ele.

Meghan e a mãe na véspera do casamento com Harry
Foto
Meghan e a mãe na véspera do casamento com Harry Reuters/POOL

Thomas Markle continua a envergonhar a filha com as suas tiradas na comunicação social. Desta vez, declarou ao site TMZ que se a rainha vai conhecer o presidente norte-americano, Donald Trump, no próximo mês, também deveria arranjar tempo para conhecer o pai da mulher do seu neto Harry, o sexto na linha de sucessão ao trono.

O encontro entre a soberana e Trump está marcado para o próximo dia 13 de Julho, quando o presidente norte-americano visitar o Reino Unido. "Se a rainha está disposta a conhecer o nosso arrogante e insensível presidente, não tem desculpa para não se encontrar comigo – não sou, nem de perto nem de longe, tão mau", considera Markle, citado pelo site de celebridades.

O pai da condessa de Sussex veio ainda queixar-se que a família real o "pôs de castigo", não lhe dirigindo a palavra. A verdade é que Thomas Markle faltou ao casamento da filha e não mantém qualquer contacto com ela, nem sequer conheceu ainda pessoalmente o marido de Meghan.

Sempre que presta declarações, Thomas Markle tem sido inconveniente e demonstrado pouco tacto. Antes do casamento de Harry e Meghan, o homem fez-se fotografar por um alegado paparazzi que, afinal, foi contratado pelo próprio. Na altura, Thomas Markle pôs a circular fotografias que mostravam que estava a preparar-se para o casamento.

Então, o norte-americano de 73 anos sofreu um ataque cardíaco que o impossibilitou de marcar presença no casamento, acabando por Meghan ser levada ao altar pelo futuro sogro, o príncipe Carlos.

Depois disso, Thomas Markle veio a público dizer que Harry pediu a mão da filha por telefone, que como pai pediu-lhe para não levantar a mão a Meghan e que o príncipe terá feito um comentário a favor de Trump – recorde-se que a família real não emite opiniões políticas, logo estas declarações são um embaraço para Harry.

Entretanto, a família real tem permanecido em silêncio em relação aos comentários e declarações do pai de Meghan, enquanto esta continua a levar a cabo a função que assumiu ao casar com Harry, tendo já feito uma viagem a sós com a rainha.