No Ponto: ferraduras

Regularmente, a Fugas divulga um vídeo novo sobre um doce diferente.

Pastelaria dinamarquesa, Pastelaria cubana, Massa folhada, Café da manhã, Comida lixo, Culinária dos Estados Unidos, Culinária cubana
Fotogaleria
Pastelaria dinamarquesa, Café da manhã, Fritura, Comida lixo, Cozinha vegetariana, Cozinha dos Estados Unidos
Fotogaleria

Numa terra de touros e cavalos, que há 50 anos não tinha sequer uma pastelaria, nasceu esta gulosa ferradura, da autoria de Amândio Campos. Persistente e apaixonado pela profissão, tornou o doce uma tradição da Moita, procurado pela geração saudosa de outros tempos e, agora, pelos mais jovens. 

Não admira que a ferradura continue a atrair quem a conhece: Amândio Campos anda nisto desde os 15 anos de idade e afirma que não escolheria fazer outra coisa. O doce de ovos é feito por si, tal como fazia desde o início, assim como a muito saborosa massa de brioche. E você, já provou a ferradura da Moita? Pegue no livro A Doçaria Portuguesa - Sul e passe por lá para descobri-la.

A Doçaria Portuguesa

Cristina Castro criou o projecto No Ponto para registar e dar a conhecer os doces do país. Tem vindo a publicar a colecção A Doçaria Portuguesa, "os mais completos livros sobre a história e actualidade dos doces de Portugal". A investigação para este trabalho levou a autora a viajar por todos os concelhos em busca de especialidades doceiras. A partir da oportunidade de ver como se faz, de falar com quem produz, de conhecer vidas, histórias e tradições associadas à doçaria, surgiram os vídeos que desvendam um pouco de cada doce. Regularmente, a Fugas revela um vídeo novo sobre um doce diferente.

PÚBLICO -
Foto