A cronologia da crise em Alvalade

Os dias mais conturbados da vida recente do Sporting

Bruno de Carvalho tem sido alvo de contestação no Sporting
Foto
Bruno de Carvalho tem sido alvo de contestação no Sporting LUSA/JOSÉ SENA GOULÃO

5 de Abril

Sporting perde 2-0 em Madrid com o Atlético e Bruno de Carvalho, num post no Facebook, tece duras críticas à equipa.

13 de Maio

Sporting fecha o campeonato com uma derrota na Madeira frente ao Marítimo e que deixa os “leões” em terceiro lugar do campeonato e sem possibilidade de lutar pela fase de grupos da Champions.

15 de Maio

Um grupo de cerca de 50 adeptos, quase todos de cara tapada, invade a academia do Sporting, em Alcochete, tendo como alvo os jogadores da equipa principal. Alguns deles chegam mesmo a sofrer agressões. Numa primeira reacção, Bruno de Carvalho diz que “foi chato”. No mesmo dia, surgem as primeiras notícias sobre a operação Cashball, que investiga um alegado esquema de corrupção, envolvendo, entre outros, André Geraldes, team manager dos “leões”.

17 de Maio

A MAG do Sporting demite-se em bloco, seguindo a decisão do seu presidente Jaime Marta Soares. Seguir-se-ia o Conselho Fiscal e Disciplinar e alguns membros do Conselho Directivo, mas não os suficientes para o órgão cair.

20 de Maio

Sporting perde a final da Taça de Portugal com o Desportivo das Aves. Bruno de Carvalho não foi ao Jamor.

21 de Maio

Sporting suspende apoio à Juventude Leonina.

22 de Maio

Sporting anuncia a contratação de Augusto Inácio como director do futebol.

24 de Maio

Frederico Varandas deixa de ser director clínico do Sporting e anuncia que está disponível para ser candidato à presidência do clube. No mesmo dia, Jaime Marta Soares anuncia uma AG para destituir a direcção liderada por Bruno de Carvalho.

31 de Maio

MAG anuncia criação de uma Comissão de Fiscalização provisória.

1 de Junho

Bruno de Carvalho anuncia uma comissão transitória da MAG liderada por Elsa Judas e diz que a AG de 23 de Junho está cancelada. Este órgão anuncia que haverá uma AG ordinária para a 17 de Junho. No mesmo dia, Rui Patrício e Daniel Podence avançam para rescisão unilateral de contrato alegando justa causa.

5 de Junho

Marta Soares diz que AG de 23 de Junho se mantém e que Bruno de Carvalho está a cometer “atropelos graves” aos estatutos do clube. No mesmo dia, é oficializada a contratação de Jorge Jesus por parte do Al-Hilal, da Arábia Saudita.

6 de Junho

Fernando Mendes, antigo líder da Juventude Leonina, é detido por envolvimento na invasão à academia.

7 de Junho

Comissão transitória da MAG anuncia AG para eleger uma nova MAG e um novo Conselho Fiscal e Disciplinar. Marta Soares diz que isto é “uma ilegalidade”.

11 de Junho

William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes e Bas Dost avançam para rescisão unilateral de contrato alegando justa causa. Nos dias seguintes, Battaglia, Rafael Leão e Rúben Ribeiro farão o mesmo. Bruno de Carvalho diz que se demite se os jogadores voltarem atrás.

13 de Junho

Comissão de Fiscalização provisória suspende Bruno de Carvalho. O presidente diz que a decisão é “ilegal”.

14 de Junho

Tribunal ordena suspensão das AG convocadas por Bruno de Carvalho. Mais tarde, Bruno de Carvalho diz que não se demite, mas que aceita a AG destitutiva.

15 de Junho

Tribunal obriga direcção de Bruno de Carvalho a pagar AG de 23 de Junho.

16 de Junho

Artur Torres Pereira é anunciado como presidente da Comissão de Gestão. Pouco depois, Bruno de Carvalho diz que essa comissão está impedida de entrar em Alvalade.

18 de Junho

Sporting anuncia Sinisa Mihajlovic como novo treinador para o futebol.

20 de Junho

Comissão de Gestão impedida de entrar em Alvalade. Conselho Directivo anuncia várias providências cautelares contra as duas comissões e contra a MAG.

21 de Junho

“Se os resultados forem fidedignos, saio”, diz Bruno de Carvalho sobre a AG de 23 de Junho.

23 de Junho

Sócios do Sporting decidem sobre a continuidade (ou não) de Bruno de Carvalho.