Editorial

P3: as vossas causas são a nossa causa

A partir desta quinta-feira, os leitores podem encontrar um P3 renovado. Partilha é uma das nossas palavras favoritas. O P3 é um site de causas; das nossas e das vossas.

Estávamos a 22 de Setembro de 2011, dia em que o PÚBLICO festejava o 16.º aniversário da sua edição online, a troika já andava por cá e os primeiros das cerca de centenas de milhares de jovens que deixaram o país já faziam as malas. Nesse dia, o primeiro dia do P3, o nosso site que “trata tudo por tu”, destacava, precisamente, o que a geração do desenrasca andava a fazer para sobreviver. Criámos este site a pensar numa nova geração de leitores, mais afastada do que as anteriores da leitura dos jornais em banca, e numa nova relação com eles. O site foi planeado e pensado para uma faixa etária entre os 18 e os 35 anos, para um público urbano de jovens pré-universitários, universitários e pós-universitários, mas sem excluir fosse quem fosse.

O P3 foi o primeiro site generalista para este público-alvo, nasceu de uma parceria entre um jornal privado e uma instituição pública, na sequência de um consórcio com a Universidade do Porto, funcionou durante vários anos no interior de uma faculdade como um laboratório de media, a dar voz à criatividade e descontentamento de uma geração que ninguém escutava — um terço dos conteúdos é produzido pelos próprios utilizadores — ou a estabelecer uma relação com os leitores para lá da dicotomia entre emissor e receptor.

A partir desta quinta-feira, os leitores podem encontrar um P3 renovado. Mas as mudanças não são apenas gráficas — afinal, o P3 até ganhou em 2012 o prémio de melhor design jornalístico da Península Ibérica, para publicações até 12 milhões de páginas visitadas.

Mudámos porque queremos ir mais longe na relação de proximidade e de cumplicidade com os nossos utilizadores e porque o mundo hoje exige um jornalismo diferente de há seis anos e meio. Basta olhar à volta para perceber que o jornalismo, sem se amedrontar ou embaraçar, não pode ignorar o seu papel cívico quando crianças são separadas dos pais e engaioladas numa fronteira, quando o racismo e a xenofobia crescem assustadoramente por toda a Europa, quando distinguir a verdade da mentira é um exercício crucial de cidadania e contributo democrático.

Queremos fazer com os nossos utilizadores um novo P3 todos os dias, porque este site colaborativo só existe por causa de quem o lê, vê ou o faz. E não queremos fazê-lo sozinhos e muito menos de forma inócua. Partilha é uma das nossas palavras favoritas. O P3 é um site de causas; das nossas e das vossas.