Chão do Rio já é um projecto Biosphere Responsable Tourism

Turismo Rural de Travancinha recebe galardão de turismo sustentável depois de ter recuperado dos incêndios de Outubro.

Chao do Rio - Turismo de Aldeia, Serra da Estrela, Oliveira do Hospital, Turismo Rural, Hotel
Foto
DR

A 15 de Outubro deflagraram no país mais de 500 incêndios, transformando aquele num dos piores dias do ano de 2017. Para o Chão do Rio – Turismo de Aldeia também foi o pior dia de sempre, data em que o sonho de Catarina Vieira, mentora deste projecto turístico, se vestiu de negro e em que o susto alarmou a povoação de Travancinha, ali às portas de Seia e da serra da Estrela. Mas, oito meses volvidos, não só aquele turismo rural já tem as portas abertas, e tem vindo a receber hospedes há quase um mês, como recebeu um dos galardões mais auspiciosos para quem está à frente deste projecto: a certificação Biosphere Responsible Tourism, tornando-se assim na primeira unidade de Turismo Rural em Portugal a receber esta certificação.

Criado e desenvolvido pelo Instituto de Turismo Responsável (ITR), esta certificação surgiu como método para estabelecer os critérios para a obtenção de um comportamento sustentável no negócio turístico internacional, e reconhece e “promove as actividades turísticas que sejam produtos sustentáveis”.

De acordo com a informação divulgada pela organização, o ITR mantém um Acordo de Colaboração com a UNESCO, está afiliado na Organização Mundial de Turismo e é membro do Global Sustainable Tourism Council. Para a Chão do Rio, receber este certificado é o reconhecimento da aposta que este turismo rural tem feito na área do turismo sustentável.

O certificado foi entregue pelas mãos do presidente da câmara de Seia, Filipe Camelo, numa cerimónia que foi mais parecida com uma celebração ao jeito de arraial de aldeia, e mais condizente com o espirito comunitário que a Chão do Rio tem vindo a imprimir em Travancinha.

“A resiliência e determinação de todos e todas aceleraram o processo de reabertura desta unidade de referência, que faz do interior do país o território especial que é. Esta equipa liderada pela Catarina Vieira põe em prática os valores do turismo sustentável em cada detalhe. E os detalhes despertam sorrisos e satisfação, de colaboradores, hóspedes e comunidade”, escreveram os responsáveis da Biosphere Responsible Tourism.

A preocupação com a sustentabilidade é encontrada em todos os pequenos grandes pormenores, a começar na piscina biológica e a terminar na integração de produtos locais na oferta de refeições e serviços aos hóspedes.