O Souto Rock pretende ser uma festa tradicional com música rock.
Foto
O Souto Rock pretende ser uma festa tradicional com música rock. Pedro Gonçalo Costa

Souto Rock lança videoteca com mais de
80 concertos do festival

A nova videoteca tem concertos de todas as bandas que já tocaram no festival Souto Rock desde a sua criação, em 2005, e algumas actuações inéditas. De 5 a 7 de Julho, Roriz acolhe nomes como Black Bombain, 800 Gondomar e J.C. Satàn.

Souto Rock lançou uma videoteca com concertos de todas as bandas que tocaram no festival minhoto desde a criação, em 2005. A organização classifica o projecto como “uma iniciativa de arqueologia musical e preservação da memória” de um festival que se tornou parte da identidade de Barcelos.

“Desde o início que filmamos todos os concertos e tínhamos um disco externo com todas os vídeos”, explica ao P3 Leonel Miranda, presidente da Associação Cultural e Recreativa de Roriz, responsável pela organização do festival. “Então, em conversa com o Gonçalo Costa, que tomou conta da comunicação este ano, surgiu a ideia: porque não editar no mínimo uma música de cada banda e fazer uma videoteca com os concertos de todas as bandas que tocaram no Souto Rock?”

E assim surgiu a playlist no YouTube com 81 vídeos de cada um dos concertos das 14 edições do festival. “Há concertos de alguns músicos que tocaram no Souto Rock no começo e já pisaram grandes palcos e, por isso, acabam por ser actuações inéditas do início de carreira”, garante Leonel Miranda. Pelo festival, que ocorre todos os anos na aldeia de Roriz, em Barcelos, já passaram nomes como Bunny Ranch, Glockenwise, Black Bombaim, Fast Eddie Nelson, The Parkinsons, Killimanjaro, entre outros.

PÚBLICO -
Foto
O brasileiro Frankão vai fazer o aquecimento do Souto Rock com o seu projecto O Gringo Sou Eu.

Esta iniciativa de arqueologia musical foi realizada por Miguel Ferreira, com vídeos de arquivo de Paulo Rocha, Mário Negrão, Jordão Araújo e do próprio. “Esta videoteca pretende ser um contributo para a preservação da memória colectiva e não acaba aqui, estará sempre em crescimento”, refere.

Este ano, o Souto Rock acontece nos dias 5, 6 e 7 de Julho entre o centro histórico da cidade de Barcelos e a Largo do Souto, em Roriz. O warm-up do festival é no dia 5 de Julho às 21h30, com os barcelenses Hüll e SpeedyBosxh DJ set. Na sexta-feira, 6 de Julho, a festa é no Largo de Quiraz, também em Roriz, ao som de This Penguin Can Fly, Baleia Baleia Baleia, Paraguaii e Black Bombaim, que regressam ao festival depois de lá já terem tocado em 2009. A 7, sábado, o brasileiro Frankão apresenta no Moinho da Carreira Alvito o projecto O Gringo Sou Eu, às 16horas. À noite, é a vez dos El Señor, Doutor Assério, 800 Gondomar e dos franceses J.C. Satàn.

Videoteca Souto Rock

Depois de terem tocado no Souto Rock em 2009, este ano os Black Bombaim regressam ao festival.

O Souto Rock nasceu pela mão de um grupo de amigos da Associação Cultural e Recreativa de Roriz com o objectivo de ser uma “festa de verão com música rock”, nas palavras de Leonel Miranda. “Desde o início que quisemos ter um espírito de festa mais tradicional aliado a concertos de rock, de porta aberta no largo da freguesia”, explica um dos fundadores. 

EM 2005 fizeram a primeira edição e o público mostrou-se receptivo ao conceito e às bandas, e “Barcelos tinha muitas para mostrar”, com foco no “rock português mais underground”. Depois de 14 anos, Leonel afirma que já conseguiram “fidelizar algum público”. Apesar de nunca conseguirem contabilizar ao certo o número de espectadores, uma vez que o festival é de entrada livre, Leonel conta que o Largo de Quiraz tem estado sempre “muito bem composto”. O campismo é gratuito e a organização disponibiliza transporte grátis para os campistas que cheguem à cidade de comboio.