Fernando Santos: "Era importante ganhar mas temos de falar"

O seleccionador nacional gostou do resultado mas não da exibição da selecção nacional frente a Marrocos.

As primeiras palavras de Fernando Santos após o jogo entre Portugal e Marrocos foram bastante críticas: "Era importante ganhar, mas temos de falar. Entrámos bem no jogo, mas depois fizemos muitos passes falhados, tivemos uma má circulação de bola e perdemos o controlo do jogo. Depois, é uma bola de neve. É inexplicável. Parece que perdemos a confiança. Vamos ter de rectificar isto seguramente."

Depois, Fernando Santos prosseguiu a sua análise: "A equipa está de parabéns pelo resultado, mas não pela exibição. É um adversário que pega muito em cima. Eles sabem jogar e metem muita velocidade no jogo. Vou ter de falar com os jogadores para saber por que é que não estamos a conseguir circular [a bola]. O que o Ronaldo quis dizer foi que estávamos a jogar pouco com a bola, não que estávamos a jogar pouco no sentido literal do termo. Também disse isso ao intervalo. Foram solidários e não sofremos golos. Ganhámos e falta um jogo. Nada está decidido e é preciso ter cabecinha."

Já na sala de imprensa, Fernando Santos continuou a sua análise sobra a partida. "Esta equipa [de Marrocos] tem muita qualidade, disputa o jogo com muita intensidade. Tem bons jogadores de bom recorte técnico e, na frente, jogadores rápidos e possantes. Nós entrámos bem no jogo, estivemos pressionantes e fizemos um golo que era o mais difícil e depois a partir dos 10/15 minutos começámos a ser pressionados mas isso é normal. Já com a Espanha aconteceu o mesmo. Ficámos sem bola e andámos a correr atrás dela. Acabei por ter que fazer uma alteração estratégica a meio da primeira parte, fazendo o Ronaldo não jogar na sua posição habitual. Na segunda parte, nos primeiros dez minutos entrámos de novo bem, mas depois houve muita perda de bola, pouca dinâmica. Estivemos bem defensivamente e na solidariedade mas é preciso um pouco mais do que isto, e elevar a nossa faquia em termos de posse de bola."

E, para terminar, Fernando Santos qualificou mesmo o resultado como "injusto". "Não estou satisfeito com a exibição da minha equipa", sentenciou.