Detectados 22 menores a consumir álcool e utilização de app para falsificar identidade

ASAE instaurou 12 processos de contra-ordenação por venda e disponibilização de álcool a menores.

Apesar das restrições legais, osa jovens continuam a consumir álcool.
Foto
Apesar das restrições legais, os jovens continuam a consumir álcool. Margarida Basto

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica detectou 22 menores a consumir álcool na noite de Lisboa e a utilização de uma aplicação de telemóvel para falsificar dados de identificação do cartão de cidadão, foi anunciado este sábado.

Num estabelecimento, a ASAE identificou uma jovem de 14 anos que, através da utilização de uma aplicação de telemóvel, alterou os dados de identificação do cartão de cidadão para aceder ao espaço com identificação "falsa".

Os 22 jovens, com idades entre os 14 e os 17 anos, foram detectados durante uma acção de fiscalização que ocorreu esta semana em Lisboa e que visou a detecção da venda e disponibilização de álcool a menores, adianta a ASAE em comunicado.

Os inspectores encontraram um homem inconsciente caído no chão à porta de um estabelecimento de diversão nocturna que fiscalizaram, devido "a alegada intoxicação alcoólica".

O homem acabou por ser transportado pelos bombeiros para acompanhamento hospitalar e irá ser instaurado um processo de contra-ordenação ao estabelecimento pela "venda de bebidas alcoólicas a quem se apresente notoriamente embriagado", adianta a ASAE.

Na sequência desta acção de fiscalização, foram instaurados 12 processos de contra-ordenação por venda e disponibilização de álcool a menores.