Detido homem que não pagava conta nos hotéis onde dormia

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve um cidadão estrangeiro acusado de burla reiterada.

Turismo
Foto
Cidadão estrangeiro domia em hotéis, sem pagar a conta. ricardo campos

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve um cidadão estrangeiro acusado de burla reiterada, em cumprimento de mandado judicial do Tribunal de Ovar.

Ao longo dos tempos, o homem tem vindo a alojar-se em dezenas de unidades hoteleiras, nas mais variadas zonas do país, por curtos períodos de tempo, ausentando-se sem liquidar a respectiva conta. O tempo de permanência nos hotéis não foi revelado.

O indivíduo, detido esta terça-feira, já estava referenciado pelo SEF e foi detectado numa unidade hoteleira da zona de Mira, na sequência da monitorização que vinha sendo feita ao seu percurso. Foi presente a tribunal e restituído à liberdade com notificação da acusação e aplicação da medida de coacção de termo de identidade e residência.

O cidadão, cuja identidade não foi revelada, foi ainda constituído arguido num outro processo, do Tribunal de Odemira, acusado de furto.

A burla de dormir em vários hotéis sem pagar a conta acontece com alguma frequência. Em 2015, um cidadão português de 54 anos dormiu em unidades hoteleiras de Norte a Sul do país, sem pagar as contas, que incluíam refeições.  

No ano passado foi detido um cidadão espanhol que dormiu em 17 hotéis de luxo, durante quatros meses, sem pagar. A maioria dos hotéis situava-se em Barcelona.