DR
Foto
DR

Frida Kahlo: 241 fotografias da artista mexicana chegam ao Porto

O Centro Português de Fotografia abre portas a “Frida Kahlo — as suas fotografias”, que conta com imagens encontradas na casa onde a pintora habitava. Para ver de 6 de Julho a 4 de Novembro

São 241 as fotografias do acervo pessoal de Frida Kahlo que chegam ao Centro Português de Fotografia, no Porto, a 6 de Julho. Intitulada Frida Kahlo — as suas fotografias, a exposição reúne imagens — captadas por Man Ray, Edward Weston e Brassaï, entre outros — que retratam momentos importantes e da intimidade da vida da artista mexicana. As fotografias estiveram mais de 50 anos fechadas na Casa Azul (residência da artista e, actualmente, Museu Frida Kahlo) e foram retiradas de um arquivo que contém cerca de 6500 fotografias.

Sob a curadoria de Pablo Ortiz Monasterio, fotógrafo mexicano, com a direcção de Hilda Trujillo Soto, directora do Museu Frida Kahlo, e coordenação da Terra Esplêndida, a exposição divide-se em seis secções temáticas e marcantes da vida da pintora — As Origens, Casa Azul, Política, Corpo Acidentado, Amores e Fotografia — e pode ser visitada entre os dias 6 de Julho e 4 de Novembro. Parte da receita angariada com a exposição reverte a favor da Associação Salvador, que promove a integração das pessoas com deficiência motora. 

PÚBLICO -
Foto
Frida Kahlo em 1932 Guillerme Kahlo

Frida Kahlo — as suas fotografias estreou-se em 2010, na Cidade do México, onde a artista nasceu e, desde então, já passou pela Alemanha, pela Nova Zelândia e pelos Estados Unidos, entre outros países. Também passou por Lisboa, a primeira cidade fora do México a receber a exposição, em 2012, no Pavilhão Preto do Museu da Cidade. 

Frida Kahlo foi, de resto, homenageada em Lisboa, na freguesia do Lumiar, pintada em tons garridos por Vanessa Teodoro, nome de guerra Super Van.