Jane Fonda não vai voltar a apaixonar-se

A actriz de 80 anos terminou em 2017 a relação de oito anos com o produtor de música Richard Perry.

Jane Fonda, ator
Foto
Morris MacMatzen

Com um longo percurso em Hollywood, Jane Fonda tem estado nos últimos anos num novo pico de carreira, encarnando em 2015 o papel de Grace na série de sucesso da Netflix, Grace and Frankie, e voltando a contracenar em 2017 com Robert Reford, em Our Souls at Night . Foi a propósito do filme Book Club – com Diane Keaton, entre outras –, a estrear em Setembro, que a actriz de 80 anos falou numa entrevista sobre a sua vida pessoal.

"Sinto-me uma sortuda. Aos 65 [quando voltou ao activo, depois de um interregno de 15 anos], nunca pensei que teria uma carreira. E uma série de televisão de sucesso!", comenta, em entrevista ao The Independent. "Fui casada com Ted Turner e o Ted nunca me ajudava a ter confiança com este tipo de coisas", revela ainda sobre o terceiro marido, de quem continua amiga.

Depois de no ano passado ter termindao o namoro de oito anos com o produtor de música Richard Perry, Fonda diz que não voltará a apaixonar-se. "Adoro homens, não estou farta de homens, mas estou farta de casamentos e de namoros", conta ao The Independent.

 A actriz norte-americana aproveitou ainda para partilhar a sua opinião sobre os beijos de Hollywood. "Cada vez que vejo uma cena de amor com jovens – eles aproximam-se assim...", diz fazendo mímica de maxilar aberto. "E eu penso, bem, onde é que está a diversão? Porque a diversão é a sensualidade dos lábios. E depois lentamente ir além disso. Mas não tentarem engolir-se um ao outro. Eu não quereria ir logo para o beijo de língua, muito francamente."