Segurança Social campeã das queixas

Os dados mostram que a Segurança Social, o Serviço Nacional de Saúde e o Centro Nacional de Pensões ocupam as três posições mais elevadas no top das reclamações.

Imagem de arquivo do Centro Distrital de Segurança Social de Braga
Foto
Imagem de arquivo do Centro Distrital de Segurança Social de Braga PP PAULO PIMENTA

Entre Janeiro e Maio de 2018, as queixas relativas a serviços públicos aumentaram 40% na contabilidade do Portal da Queixa, que se define como a maior rede social de consumidores do país. Os dados revelados mostram que a Segurança Social, o Serviço Nacional de Saúde e o Centro Nacional de Pensões ocupam as três posições mais elevadas no top das reclamações.

Até Maio, e em comparação com período homólogo de 2017, o Portal da Queixa registou um aumento de 40% nas reclamações. Só os serviços da Segurança Social, que estão em primeiro ligar no top, já foram alvo de 881 queixas, a maior parte das quais relativas a falhas na atribuição de rendimentos, abonos ou outros, no atendimento ou na análise da situação e atrasos no pagamento de subsídios.

No SNS, que está em segundo lugar do ranking, houve 273 queixas, essencialmente por mau atendimento ou mau serviço prestado nos hospitais ou centros de saúde.

Quanto ao Centro Nacional de Pensões, o registo de reclamações cifra-se em 264, desde Janeiro. Os últimos lugares da tabela são ocupados pelo IEFP - Instituto do Emprego e da Formação Profissional (34) e pela Câmara Municipal de Sintra (29).

Na sua análise, o Portal da Queixa também concluiu que o IMT - Instituto da Mobilidade e Transportes, o Ministério da Educação, o Ministério da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior e o IEFP são os organismos com a taxa mais elevada de resolução das queixas.