Opinião

Juntos por uma Saúde de excelência em Portugal

Pela primeira vez na história deste setor, os seus principais agentes estarão reunidos num mesmo fórum.

A Saúde é o valor que todos nós mais prezamos. Na verdade, mais cedo ou mais tarde, em algum momento da nossa vida, necessitamos de recorrer aos serviços de saúde e desejamos receber os melhores cuidados, aceder às melhores tecnologias e usufruir de um atendimento profissional e humano por parte daqueles que têm como função cuidar da nossa saúde – a nossa maior riqueza.

Hoje, mais do que nunca, têm-se levantado vozes críticas sobre o estado da Saúde em Portugal e sobre a qualidade dos cuidados médicos prestados no nosso país. Da minha parte não tenho dúvidas! Apesar das dificuldades que o Serviço Nacional de Saúde enfrenta, quando comparado com a maioria dos sistemas de saúde do mundo, constata-se que os portugueses têm acesso a um bom serviço de saúde, com capacidade para tratar toda a população com um nível razoável de equidade, qualidade e eficiência. Ainda assim não nos podemos dar por satisfeitos!

Em primeiro lugar, porque há inúmeros desafios e problemas por resolver, e em segundo lugar porque poderá estar em causa, num futuro não muito longínquo, a sobrevivência do sistema de saúde português. Assim sendo é tempo de refletir, imaginar e preparar novas soluções. As instituições, tal como as pessoas, têm que se reinventar e repensar todos os dias, garantindo assim a sua capacidade de adaptação ao mundo real, porque também este vai mudando continuamente.

Como podemos melhorar o nosso Sistema de Saúde, sem comprometer a sua sustentabilidade? Como garantir a qualidade dos cuidados médicos prestados numa população que vive cada vez mais, com mais necessidades e carências neste domínio?

Parte da resposta a estas questões depende da nossa capacidade de ajudar a definir as opções estratégicas, que os governantes e agentes do setor deverão tomar, para garantir a qualidade e sustentabilidade a longo prazo da Saúde em Portugal.

É exatamente para encontrar o caminho e as soluções para todas estas questões que nos dias 7 e 8 de junho realizamos a primeira Convenção Nacional da Saúde. Esta é uma iniciativa que reúne mais de 80 parceiros do setor, incluindo ordens e associações profissionais, associações empresariais, hospitais e muitas outras instituições de prestação de cuidados de saúde dos setores público, privado e social.

A Convenção Nacional da Saúde, que agora tem lugar, tem por objetivo não só proporcionar um momento de reflexão sério sobre o presente e futuro do Sistema de Saúde português, mas também discutir a razão de ser deste Sistema de Saúde ao serviço dos cidadãos. Pela primeira vez na história deste setor, os seus principais agentes estarão reunidos num mesmo fórum, a fim de pensar e traçar uma estratégia para os próximos dez anos. Será, pois, um momento que consideramos de cidadania e de muita responsabilidade cívica.

Que fique bem claro que se trata de pensar o futuro e de encontrar consensos alargados. Estes constituirão uma base de trabalho para aqueles que têm a responsabilidade da decisão política que lhes permitirá construir de facto aquilo que toda a sociedade pede – um Sistema de Saúde melhor mas economicamente sustentável.

É por isso imperativo que todos tomem consciência da necessidade de transferir para outros momentos as divergências que possam existir entre os diversos players. Não se trata agora de discutir diferenças do presente, mas encontrar e acentuar o que a todos pode unir.

Nos dias 7 e 8 de Junho assistiremos a uma reunião de consenso sobre o futuro da Saúde em Portugal, com o objetivo de definir uma Agenda para a Década. Poderá ser um forte contributo para alcançar o tão ambicionado Pacto para a Saúde em Portugal, por forma a garantir o acesso de todos os cidadãos aos melhores cuidados de Saúde.

Acresce ainda referir que esta convenção não é apenas um evento para os profissionais e agentes da Saúde! É nosso desejo dar a oportunidade a todos de serem ouvidos. Nesse sentido, os cidadãos podem não só assistir às conferências temáticas que decorrerão na Culturgest, mas também dar a sua opinião e contributo através do website www.cnsaude.pt.

Contamos com o contributo de todos, para que juntos possamos cuidar e proteger a Saúde dos portugueses.

O autor escreve segundo o novo Acordo Ortográfico