iPhone

Apple quer ajudar utilizadores a largar o telemóvel durante a noite

Entre as novidades, há uma Siri ligada a mais aplicações, emojis personalizados e mais privacidade no navegador Safari.
Fotogaleria

A Apple quer ajudar os utilizadores a passarem menos tempo agarrados ao telemóvel, especialmente durante a noite. O objectivo é promover o "bem-estar digital" com três soluções anti-distracção: uma opção de "não incomodar", que as pessoas devem ligar antes de irem dormir, um relatório semanal do uso do aparelho, e uma opção para os adultos gerirem o tempo que as crianças passam ao telemóvel e bloquearem o aparelho remotamente. As novidades surgem no novo sistema operativo o iOS 12, que foi apresentado esta segunda-feira, durante a conferência anual da Apple – a WWDC 18 – destinada a programadores.

Atingiu o seu limite de artigos gratuitos

A Apple tem enfrentado alguma controvérsia sobre o papel da empresa a levar as pessoas a ficar viciadas em tecnologia e o Google também apresentou produtos semelhantes durante o seu evento para programadores.

“Este ano, é tudo sobre software”, começou o presidente executivo da Apple, Tim Cook, ao subir ao palco da WWDC. Com a Apple Store prestes a celebrar dez anos (foi lançada com o iPhone 3G em 2008), a WWDC serviu em grande parte para celebrar o momento com novidades na área. “O dinheiro que os programadores fizeram com as aplicações na loja está prestes a subir acima dos 100 mil milhões de dólares”, antecipou Tim Cook.

Emojis personalizados (chamados memojis), chamadas facetime em grupo e um relógio inteligente para motivar as pessoas a ser mais saudáveis, foram outras novidades do evento. Já o Safari (o navegador de Internet da Apple) passa a ter uma opção que impede sites de guardar dados dos seus utilizadores.

Siri aprende rotina dos utilizadores 

A mais recente versão da Siri, a assistente digital da Apple, vai passar a estar conectada a mais aplicações e a sugerir automaticamente aos utilizadores quando devem ir ao ginásio, avisar no trabalho que estão atrasados, e fazer uma pausa para café durante a tarde. A actualização – chamada Siri Shortcuts – cria sugestões ao aprender a rotina dos donos e monitorizar as aplicações que mais utilizam.

Além disso, é possivel associar algumas aplicações directamente à assistente. Isto permite que ao dizer, por exemplo, "Siri, perdi as chaves" a aplicação abra automaticamente o programa do telemóvel para encontrar objectos perdidos.

Aplicações de realidade aumentada

Outra das novidades do iOS 12 é a Measure, uma aplicação destacada em palco que permite medir objectos em três dimensões no mundo real ao apontar a câmara. Já uma parceria com a Lego permite ainda usar a Lego Life (uma rede social da marca para crianças) em realidade aumentada, ao projectar cidades no tapete da sala ou na mesa da cozinha. A tecnologia por detrás destes produtos é o AR Kit 2, a nova versão da plataforma de realidade aumentada da Apple.

Mais emojis e reconhecimento facial

Continua a obsessão da marca com os emojis, os bonecos animados das mensagens dos telemóveis. Depois dos animojis em 2017, uma ferramenta que cria bonecos em função da expressão facial do seu utilizador, a Apple apresentou uma actualização que permite detectar a língua do utilizador para criar expressões faciais mais realistas. Além disso, tal como os AR emoji da sul-coreana Samsung, a Apple apresentou os memojis para criar versões animadas da cara do dono em que se pode personalizar a cor dos olhos, acessórios e tom de pele.

Já a aplicação de fotografias da Apple passa a utilizar tecnologia de reconhecimento facial para identificar as pessoas que estão nas fotografias, e sugerir os contactos a quem devem ser enviados. Além disso, o objectivo é que a aplicação recorde ao utilizador fotografias de anos anteriores (é algo que várias redes sociais como o Facebook já fazem).

Relógio que quer donos saudáveis

O relógio inteligente da Apple vai permitir aceder a algumas páginas web num formato adaptado ao pequeno ecrã. O foco, porém, é a saúde e o exercício. Com o novo sistema operativo WatchOS 5, que deve chegar antes do final do ano, será possível desafiar amigos para competições diárias, receber sugestões de actividades desportivas como yoga, e monitorizar o exercício que é feito em máquinas do ginásio. Apesar de o aparelho já permitir chamadas, agora pode-se transformar também numa espécie de walkie talkie em que se carrega num botão no lado do telemóvel para gravar e enviar uma mensagem de áudio.