Piloto russo desaparecido há 30 anos no Afeganistão encontrado vivo

A aeronave foi derrubada durante a intervenção das tropas da ex-URSS no país, em 1987.

,
Fotogaleria
Memorial dedicado a soldados russos mortos e desaparecidos durante a intervenção militar da ex-URSS no Afeganistão, na década de 80 REUTERS/Ilya Naymushin
Soldado, infantaria, uniforme militar, oficial exército, militar
Fotogaleria
Militar soviético cumprimenta um piloto afegão numa foto icónica de 1989, quando os últimos soldados da ex-URSS deixaram o Afeganistão REUTERS/Richard Ellis
,
Fotogaleria
Estima-se que 125 aviões soviéticos terão sido abatidos e cerca de 300 soldados do Exército Vermelho foram dados como desaparecidos REUTERS/Vasily Fedosenko

Durante três décadas presumiu-se que teria morrido, mas afinal um piloto russo cujo avião foi abatido durante a intervenção soviética no Afeganistão, na década de 80, está vivo e quer regressar a casa. “Ele está vivo. É espantoso. Agora necessita de ajuda”, declarou o general russo Valeri Vostrotin, da união de paraquedistas russos, citado pela agência de notícias RIA Novosti, depois de o piloto ter sido encontrado.

A aeronave foi derrubada durante a intervenção das tropas da ex-URSS no Afeganistão, segundo o general russo, mais exactamente em 1987, assumindo-se que o piloto deve ter provavelmente 60 anos.

PÚBLICO -
Foto
Militar soviético cumprimenta um piloto afegão numa foto icónica de 1989, quando os últimos soldados da ex-URSS deixaram o Afeganistão REUTERS/RICHARD ELLIS

Por razões de segurança, a identidade dele não foi revelada, tendo sido sugerido que poderia estar no Paquistão, onde o Afeganistão tinha campos de prisioneiros de guerra.

Por enquanto não se sabe exactamente porque é que não deu sinais de vida durante todos estes anos, nem como é que o paradeiro dele foi agora descoberto. “É surpreendente o piloto ter sobrevivido, mas não termos recebido informações todo este tempo também o é”, disse Vostrotin. 

PÚBLICO -
Foto
Estima-se que 125 aviões soviéticos terão sido abatidos e cerca de 300 soldados do Exército Vermelho foram dados como desaparecidos REUTERS/VASILY FEDOSENKO

Durante o período em que a guerra decorreu (1979 a 1989), 125 aviões soviéticos terão sido abatidos e cerca de 300 soldados do Exército Vermelho foram dados como desaparecidos.

Desde essa altura, reapareceram 30, em grande parte graças aos esforços das  respectivas famílias e do comité de ex-combatentes soviéticos, tendo a maioria retornado aos países de origem. O piloto agora encontrado também quer voltar ao seu país, segundo o vice-director de uma organização de ex-combatentes, Viatsheslai Kalinin.

De acordo com este responsável estarão a decorrer negociações com diplomatas afegãos para confirmar a identidade dele e organizar o regresso. “É surpreendente que ainda esteja vivo depois de o avião ter sido abatido por combatentes mujahedin”, reforçou Kalinin.

Segundo o diário russo Kommersant apenas um piloto soviético teria sido dado como desaparecido em 1987, sendo identificado como Sergei Panteliuk, da região de Rostov, especulando-se agora que poderá ser esse o homem agora encontrado e que quer regressar à Rússia.