Harry e Meghan no primeiro evento público enquanto casal

Os recém-casados adiaram a lua-de-mel para estarem presentes na comemoração do trabalho do príncipe Carlos, no Palácio de Buckingham, esta terça-feira.

,
Fotogaleria
Dominic Lipinski/Pool via Reuters
Janela
Fotogaleria
Harry e Meghan à chegada do Palácio de Buckingham Reuters/SIMON DAWSON

Harry e Meghan apareceram pela primeira vez em público desde o casamento, esta terça-feira, numa garden party (festa de jardim) organizada no Palácio de Buckingham. Como já se sabia, os duques de Sussex decidiram adiar a partida para a lua-de-mel de forma a poderem estar presentes na comemoração do patronato do príncipe Carlos, no ano do seu 70.º aniversário (que acontece em Novembro).

O casal tinha já sido fotografado por paparazzi, na segunda-feira, no carro à chegada à sua residência de Kensington, em Londres. Ainda não se sabe quando e para onde irá o casal na lua-de-mel, mas os rumores indicam Botswana – onde estiveram no início do namoro –, ou outro país da Commonwealth, como uma escolha provável. Agora que Harry foi nomeado embaixador da juventude da Commonwealth, espera-se que o casal se dedique em equipa a esta missão. Já no casamento, Meghan fez questão de piscar o olho aos  53 países da Commonwealth, levando no longo véu de tule de seda de uma composição de flores representativas da flora dos inúmeros territórios, bordadas à mão.

Para a primeiro evento público oficial, Markle escolheu um vestido da marca britânica Goat (disponinível neste site por 666 euros), uma carteira Wilbur and Gussie, brincos Vantugen e um chapéu feito à medida pela criadora irlandesa Philip Treacy, de acordo com a Elle.

"Cada Verão, a rainha [Isabel II] organiza três garden parties no Palácio de Buckingham e uma no Palácio de Holyroodhouse, na Escócia", que servem para reconhecer e premiar o serviço público, esclarece o site da família real. Desta vez, foram convidadas mais de 6000 pessoas, de 386 das instituições de caridade apoiadas pelo príncipe de Gales, de acordo com o site do Metro. Já que o evento acontece no primeiro aniversário do atentado do Manchester Arena – durante um concerto de Ariana Grande – foi feito um minuto de silêncio pelas 22 vítimas, estreve o Evening Standard.

Outros membros da família real voltaram logo no início da semana à esfera pública, para um dos principais eventos do calendário social britânico, a Exposição de Flores de Chelsea. Continuando uma tradição com mais de 100 anos –  iniciada pela rainha Alexandra em 1913 –, a rainha Isabell II marcou presença logo no arranque da edição deste ano, na segunda-feira. Desde a sua coroação a actual monarca faltou apenas duas vezes à celebração, de acordo com o Daily Mail. A princesa Ana, Theresa May e princesa Beatrice estiveram também presentes na segunda-feira.