Cascais testa veículo autónomo para ligar estação e centro de saúde

Ainda não há data prevista para o veículo começar a circular na zona de São João do Estoril.

,
Foto
Segundo o presidente da câmara, Carlos Carreiras, a entrada em funcionamento deste veículo autónomo está também dependente da "parte legislativa e regulamentar" SEBASTIAO ALMEIDA

O município de Cascais deverá testar no final de Junho um veículo autónomo num espaço seu, planeando usar a solução entre a estação de São João do Estoril e o Centro de Saúde de São João do Estoril.

À margem da conferência World Shopper, dentro de um veículo autónomo, o presidente da Câmara Municipal de Cascais, Carlos Carreiras, precisou que os testes integram um veículo de autonomia 5, ou seja, sem necessidade de motorista humano.

"No final do próximo mês, [o veículo] está em ambiente controlado, não é uma oferta de transporte público", explicou o autarca, referindo que o objectivo deste tipo de solução é ligar a estação de São João do Estoril e o Centro de Saúde de São João do Estoril.

Segundo Carreiras, o uso público não tem prazo de início, uma vez que são "matérias de grande inovação e uma parte da inovação que é necessário fazer é parte legislativa e regulamentar".

"Está o processo a decorrer para que possamos ter essa certificação, digamos assim, para a qual é importante termos a fase de testes num ambiente mais controlado", afirmou Carlos Carreira, referindo estar tudo a ser feito para que "logo que seja possível se começar a disponibilizar" ao público.

A eventual ligação com o veículo autónomo faz parte do plano de mobilidade municipal, o MobiCascais, que segue a "lógica de transferir os utilizadores da mobilidade do transporte individual para o colectivo", no âmbito de uma mobilidade que "não seja tão agressiva para o ambiente".

O desenvolvimento do veículo autónomo está a cargo da TulaLabs, responsável pelos veículos eléctricos autónomos, que vão substituir o actual funicular em Viseu.