Novo Android alerta quem não larga o ecrã

Google diz ter como missão promover "o bem-estar digital". Google News passa a incluir selecção diária de notícias escolhidas com base nos interesses, localização e histórico dos utilizadores

Fotogaleria
Sundar Pichai quer que o Google ajude as pessoas a gerirem o tempo que passam "ligadas" aos aparelhos Reuters/STEPHEN LAM
Fotogaleria
John Legend gravou com a sua voz algumas frases para a Assistant Reuters/STEPHEN LAM
Fotogaleria
O Google I/O é o mais importante evento da empresa para programadores Reuters/STEPHEN LAM
Fotogaleria
A assistente virtual vai ter seis novas vozes Reuters/STEPHEN LAM
Fotogaleria
Reuters/STEPHEN LAM

O novo sistema operativo do Google, o Android P, vai alertar os utilizadores quando passam demasiado tempo agarrados a uma aplicação, seja para ler emails do trabalho durante as férias ou ver vídeos durante a madrugada. A informação fica registada num painel de controlo que mostra o tempo que alguém passou a mexer no telemóvel por dia, incluindo o número de vezes que desbloqueou o ecrã e as aplicações que mais utilizou. No caso de aplicações como o Youtube, a informação também inclui o tempo que se passou a usar o site do computador.

“Ajudar as pessoas no seu bem-estar digital é mais importante do que nunca. A tecnologia que é excelente deve melhorar a vida das pessoas, não desviar a atenção dela”, explica o presidente executivo do Google, Sundar Pichai, esta terça-feira, na sessão de abertura do Google I/O, o mais importante evento da empresa para programadores.

O desenvolvimento contínuo da inteligência artificial foi um dos grandes focos nesta conferência anual. Por exemplo, é ao compreender os hábitos e prioridades dos utilizadores do Google que o novo sistema de “equilíbrio digital” do Android P pode ajudar as pessoas a definir quais as aplicações a limitar. Pichai explica que a funcionalidade também expande o tempo de vida dos telemóveis entre carregamentos, porque impede as aplicações que as pessoas não usam de gastarem bateria.

Para além dos smartphones, a inteligência artificial está a ser utilizada para ensinar boas maneiras às crianças, ajudar as pessoas a escrever emails automáticos detalhados, encomendar comida e escolher notícias para ler.

PÚBLICO -
Foto
O novo painel de controlo do Google ajuda as pessoas a gerir o tempo que gastam no telemóvel

Ser educado para o robô

Com seis novas vozes à escolha (incluindo frases gravadas pelo cantor John Legend), a Assistant foi actualizada para falar de forma mais natural e elogiar crianças quando estas dizem “por favor” ou “obrigada”. Pichai diz que a funcionalidade foi criada depois de pais, incluindo alguns trabalhadores do Google, revelarem preocupações de crianças que se habituam a falar com um sistema digital que responde sempre, independentemente da forma como se fala.

O Google também está a testar uma forma de pôr a assistente virtual a conversar com outras pessoas ao telefone. O objectivo é conseguir reservar mesas em restaurantes ou ligar para o consultório médico quando não existe uma opção de marcação online. A tecnologia – que se chama Google Duplex – baseia-se numa rede neuronal treinada com uma grande base de dados de conversas anónimas que ajuda o sistema a perceber as pessoas mesmo quando se repetem ou omitem verbos.

Mapas em realidade aumentada

Já o Google Maps passa a incluir uma funcionalidade de realidade aumentada que permite juntar a informação do Street View (o sistema do Google para visitar locais através de fotografias em 360º), e da câmara do telemóvel para ajudar as pessoas a perceber melhor as direcções num mapa. O sistema de mapas do Google também vai começar a incluir sugestões de locais a visitar para ajudar utilizadores a conhecer melhor o bairro.

Notícias personalizadas

Sundar Pichai não abordou o tema das notícias falsas em específico, mas anunciou que a plataforma de notícias da empresa, o Google News, passa a incluir uma selecção diária de cinco notícias escolhidas com base nos interesses, localização e leituras passadas dos utilizadores. Além disso, como já tinha sido avançado em 2017, o Google vai ter um sistema de assinaturas para jornais que permite que as pessoas se registem a partir da conta do Google.

A conferência do Google para programadores dura até 10 de Maio, quinta-feira. Os utilizadores interessados em testar o Android P, podem instalar uma versão beta do sistema operativo se tiverem um dispositivo compativel.