Torne-se perito

Primeiro dia do Giro em Itália com vitória para Wellens

José Gonçalves tinha aspirações à camisola rosa, mas atrasou-se na quarta etapa e desceu para o 11.º lugar.

Tim Wellens foi o melhor no primeiro dia italiano do Giro
Foto
Tim Wellens foi o melhor no primeiro dia italiano do Giro LUSA/DANIEL DAL ZENNARO

Depois de três etapas em Israel, a Volta a Itália em bicicleta entrou em solo italiano e teve um triunfo belga. Tim Wellens (Lotto Soudal) conquistou a quarta etapa do Giro, 191km entre Catânia e Caltagirona, com o tempo de 5h17m34s, superiorizando-se na subida do último quilómetro ao canadiano Michael Woods (Cannondale) e ao italiano Enrico Battaglin (Team Lotto NL), ambos terminando com o mesmo tempo do belga. Foi a segunda vitória da carreira de Wellens no Giro, ele que já tinha ganho uma etapa em 2016.

A entrada do Giro em solo italiano não provocou mudanças no topo da classificação geral. A camisola rosa continua a estar na posse do australiano Rohan Dennis (BMC), que chegou num grupo que terminou a etapa a quatro segundos de Wellens. Dennis tem um segundo de vantagem sobre o belga Tom Dumoulin (Sunweb).

O dia acabou por não correr bem ao português José Gonçalves (Katusha), que partiu para esta etapa em terceiro da geral e com aspirações a conquistar a camisola rosa. O único ciclista português em prova teve alguns problemas mecânicos nos últimos 15 quilómetros e terminou a etapa em 39.º, a 27s de Wellens. Com esta classificação, Gonçalves baixou para o 11.º lugar da geral, a 36s de Dennis.

Nesta quarta-feira, os ciclistas vão percorrer 153 quilómetros entre Agrigento e Santa Ninfa, um percurso que já conta com três contagens de montanha de terceira categoria.

Sugerir correcção