Twitter aconselha todos os utilizadores a mudar a palavra-passe

Mas apenas por precaução. Um erro interno na encriptação das palavras-passe dos utilizadores fez com que a rede social pedisse que se alterassem as credênciais de acesso.

A rede social tem 330 milhões de utilizadores
Foto
A rede social tem 330 milhões de utilizadores Reuters/Kacper Pempel

Todos os que abriram a aplicação do Twitter, esta quinta-feira, depararam-se com a seguinte mensagem: "Por precaução, aconselhamos que alterem a vossa palavra-passe em todos os serviços onde a possam ter utilizado." A rede social está a pedir aos seus 330 milhões de utilizadores que mudem as suas credenciais de acesso devido a um erro interno que as expôs em texto corrente em vez de as encriptar. 

A investigação interna da rede social não indica que tenha havido uso abusivo da informação, mas, de qualquer forma, a recomendação vale para todos os seus utilizadores: alterem as palavras-passe. Não apenas a do Twitter, mas a de todos os serviços onde possam a possam ter utilizado – como o TweetDeck.

“Quando escolhe uma palavra-passe para a sua conta de Twitter, usamos tecnologia que a mascara, para que nenhuma outra empresa a consiga ver. Recentemente identificamos um bug que guardava as palavras-passe sem estarem mascaradas num arquivo interno”, explicou o director de tecnologia da rede social, Parag Agrawal, numa publicação no blogue.

O processo de encriptação usado pela rede social substitui a palavra-passe por um conjunto aleatório de números e letras guardados no sistema do Twitter. O que aconteceu foi que, em vez de estarem a ser guardadas com caracteres aleatórios, as palavras-passe estavam a ser armazenadas tal e qual como são.

“Fomos nós que encontrámos este erro, removemos as palavras-passe e implementámos planos para evitar que volte a acontecer”, continuou o director de tecnologia da rede social. Apesar disso, aconselhou todos os utilizadores a mudar as credenciais de acesso.