Luís Ferreira Alves
Foto
Luís Ferreira Alves

De cinco compartimentos a um “open space”

Publicamos, mensalmente, um projecto de arquitectura e de decoração de interiores com exemplos de como aproveitar da melhor forma o pouco espaço disponível numa habitação. Bem-vindos às Casas XS. Uma curadoria do blogue Alexandra Matos Design

Em Arca d’Água, no Porto, havia um pequeno edifício, de um piso, com 38 metros quadrados, que se dividia em cinco compartimentos. Um exagero, portanto. Hoje temos um open space, “ajustado às actuais formas de habitar”, como nos explica Catarina Bianchi Prata, do gabinete cprata arquitectos.

Antes de chegarmos ao que vemos actualmente, “o interior foi totalmente demolido, dado o seu estado de degradação, reparando-se ou reconstruindo-se a envolvente edificada, conforme a necessidade”, lembra Catarina Bianchi Prata, sublinhando, também, os grandes desafios que encontrou neste projecto. “A resposta às aspirações do dono de obra resultam sempre de um conflito entre o que é possível realizar e as expectativas que se criam. O desafio, neste caso, foi conseguir instalar, no interior da volumetria inalterável, o desejo inicial de constituir um piso em mezanino, sobre a sala, garantindo desta forma uma nova escala alicerçada em dois espaços de generosa dimensão, face aos constrangimentos existentes.”

A arquitecta guia-nos por este espaço único, onde “a sala congrega a entrada, desde o exterior, e funciona como elemento distribuidor para os restantes espaços". "Através de uma escada/armário, acede-se ao mezanino onde se localiza o quarto, com iluminação e ventilação naturais através de uma nova clarabóia que se debruça sobre a sala. O seu limite é definido, não por uma guarda com um desenho tradicional, mas por uma ‘guarda-banco’ com um desenho que privilegia a continuidade espacial, paralelamente a um sentido funcional. De nível, acede-se aos restantes compartimentos – cozinha e quarto-de-banho – abertos sobre um pequeno pátio existente, também intervencionado.”

O projecto correspondeu totalmente às expectativas do cliente e Catarina Bianchi Prata acredita que isto também se deveu “ao enorme contraste entre o novo carácter espacial, relativamente à excessiva compartimentação existente, constituindo-se num factor surpresa”.

PÚBLICO -
Foto
Alexandra Matos é mestre em Ciências da Comunicação e é autora do blogue Alexandra Matos Design

Dicas para espaços pequenos

PÚBLICO -
Foto
Luís Ferreira Alves

Não podíamos deixar de partilhar os conselhos de Catarina Bianchi Prata para tirar partido de um espaço pequeno: “Considerar que a configuração dos espaços pode integrar mobiliário fixo, suporte de espaços de arrumação indispensáveis para a casa. Considerar a utilização de ambientes definidos por cores claras e a instalação estratégica de espelhos, que possa criar uma sensação de ampliação do espaço. Propor um layout de ocupação que, para além de organizar funcionalmente os espaços, contemple uma proposta de dimensionamento adequada a cada situação.”

PÚBLICO -
Foto
Luís Ferreira Alves