Torne-se perito

Hiroki Arai vence Rali de Mortágua

Japonês, ao volante de um Ford Fiesta R5, foi mais rápido do que Armindo Araújo.

Foto
DR

O japonês Hiroki Arai, num Ford Fiesta R5, ganhou neste sábado o Rali de Mortágua, com Armindo Araújo (Hyundai i20 R5) a ser o melhor português, ao terminar no segundo lugar a terceira prova do Campeonato Nacional de Ralis.

Depois do triunfo de Craig Breen, piloto oficial da Citroën no WRC, em 2017, novo triunfo estrangeiro em Mortágua, desta vez com a vitória a sorrir a um jovem japonês que aproveitou para se treinar para o Rali de Portugal.

Piloto da Toyota, Arai venceu em Mortágua ao volante de um dos dois Ford Fiesta R5 alugados pela Tommi Makinen Racing, equipa apoiada pela marca japonesa, com 1m02,6s de vantagem sobre o tetracampeão nacional, que este ano regressou à competição, integrando a equipa oficial da Hyundai Portugal.

Katsuta Takamoto, o outro japonês da Tommi Makinen Racing, fechou o pódio, a 1m05,2s do seu compatriota. Os dois japoneses, sem pressão dos pontos, nem outro tipo de condicionamento que os obrigasse a levantar o pé, mantiveram sempre um ritmo elevado, perante a oposição possível, em especial por parte de Armindo Araújo, que conseguiu recuperar a segunda posição na última classificativa do dia.

Pedro Meireles (Skoda Fabia R5), que terminou o rali na quarta posição, a 1m06,01s do vencedor, e somou mais alguns pontos importantes para as contas do Campeonato Nacional de ralis, também deu luta aos nipónicos.

O campeão em título Carlos Vieira (Hyundai i20 R5) terminou o Rali de Mortágua na quinta posição, a 1m44,8s de Arai, mas reforçou o segundo lugar no campeonato, o que, na prática, o deixa na frente, já que o actual líder, Ricardo Moura, já informou que não vai cumprir o que resta do campeonato.

O Campeonato Nacional de Ralis regressa de 17 a 20 de Maio, com o Rali de Portugal.