Miguel Vieira/Flickr
Foto
Miguel Vieira/Flickr

Os “tuk tuk” estão a chegar a Marvão à boleia de três jovens

Paulo Gonçalves, Diogo Gomes e Guilherme Machado vão fazer chegar os "tuk tuk" à boleia do projecto "Alentucano". Os três jovens venceram a quarta edição do Concurso Municipal de Ideias de Negócio de Marvão

Um projecto de três jovens desempregados para introduzir veículos turísticos tuk tuk na histórica vila de Marvão, no Alto Alentejo, venceu um concurso de ideias de negócio, lançado pelo município.

"Estávamos os três a trabalhar na mesma empresa e não estávamos satisfeitos com o rumo que estávamos a tomar e, como sempre quisemos desenvolver um projecto que contribuísse para o desenvolvimento do concelho, pensamos nesta ideia", explicou à agência Lusa um dos vencedores, Paulo Gonçalves. Concorreram assim à quarta edição do Concurso Municipal de Ideias de Negócio de Marvão, que pretende incentivar os jovens a apresentar ideias inovadoras para a região e fomentar a criação de novos negócios e de empregos.

Designado por "Alentucano", o projecto, desenvolvido por Paulo Gonçalves, Diogo Gomes e Guilherme Machado, com idades entre os 21 e 24 anos, prevê a criação de rotas para dar a conhecer a vila e o concelho de Marvão, no distrito de Portalegre, a turistas portugueses e estrangeiros, em veículos turísticos tuk tuk. Segundo Paulo Gonçalves, a iniciativa partiu da ideia de criar em Marvão um projecto turístico "diferenciador", que fosse uma "inovação" em vez de ser apenas "mais uma empresa" na zona.

"Marvão é uma vila que está situada no topo da Serra de S. Mamede. Há muitas pessoas com dificuldades motoras e pensamos como seria a melhor forma de ajudar estas pessoas, criar valor para o turismo e, aí, pensamos nos tuk tuk, pois é um meio de transporte capaz de criar uma experiencia diferenciadora", explicou. Paulo Gonçalves indicou ainda que o projecto poderá ser concretizado no terreno "ainda este Verão", com os três jovens a darem preferência à aquisição de veículos eléctricos.

Ao vencer o concurso municipal, o projecto "Alentucano" recebeu da Câmara de Marvão um prémio de mil euros e o serviço de incubação física gratuito, durante seis meses, no ninho de empresas do concelho. O vice-presidente do município, Luís Costa, adiantou à Lusa que, além da ajuda monetária e do serviço de incubação, a autarquia e os promotores da ideia vão também "servir de ponte, uma vez que têm parcerias com várias entidades para apoiar jovens empreendedores".

Entre as entidades que apoiam a nova ideia está a Agência de Desenvolvimento Regional do Alentejo, que vai ajudar os vencedores na elaboração de um plano de negócio e no respectivo encaminhamento e apoio a avisos de concurso a financiamento comunitário.

A Agência Regional de Energia e Ambiente do Norte Alentejano e Tejo é outra das parceiras da iniciativa, premiando o vencedor com a elaboração de um estudo de viabilidade técnica e económica para o fornecimento de energia, dando ainda apoio na identificação de sistemas ou tecnologias com maior eficiência energética. A Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE) oferece aos vencedores um voucher no valor de 250 euros para acções de formação e serviços. Já o Centro de Emprego e Formação Profissional de Portalegre vai apoiar os três jovens na criação da empresa e de eventuais postos de trabalho.