Duas pessoas detidas no aeroporto por tráfico de cocaína

Droga vinha da América Latina e chegaria para pelo menos 41 mil doses individuais.

A droga vinha espalhada na estrutura das malas de viagem
Foto
A droga vinha espalhada na estrutura das malas de viagem Daniel Rocha

Dois cidadãos portugueses foram detidos no aeroporto Humberto Delgado, Lisboa, por suspeita de tráfico de cocaína, droga que transportavam de um país da América Latina, informou a Polícia Judiciária (PJ) esta segunda-feira.

Os arguidos — um homem e uma mulher —, de 40 e 42 anos, foram submetidos a primeiro interrogatório judicial, tendo-lhes sido aplicada a medida de coacção de prisão preventiva.

Segundo a PJ, foi apreendida na posse dos detidos uma elevada quantidade de cocaína que vinha dissimulada na estrutura das malas de viagem, droga essa que, caso chegasse aos circuitos ilícitos de distribuição, seria suficiente para a composição de pelo menos 41 mil doses individuais.

As detenções — adianta a PJ — ocorreram no quadro do controlo que regularmente é exercido sobre os movimentos de passageiros com origem em países considerados de risco, destinado à prevenção da introdução de droga em Portugal e em outros países europeus, através dos aeroportos internacionais.

A acção foi desenvolvida pela Unidade Nacional de Combate ao Tráfico de Estupefacientes (UNCTE) da PJ, juntamente com a Autoridade Tributária e Aduaneira.