Coreia do Sul diz que Norte aceita abdicar das armas nucleares "sem condições"

Segundo o Presidente Moon Jae-in, o líder norte-coreano não impõe nehuma condição "que os Estados Unidos não possam aceitar, como uma retirada das tropas norte-americanas da Coreia do Sul".

Foto
Moon Jae-in, Presidente da Coreia do Sul REUTERS/Kim Kyung-Hoon

O Presidente da Coreia do Sul disse esta quinta-feira que o líder norte-coreano, Kim Jong-un, não impõe condições para aceitar um plano de desnuclearização. Até agora, os analistas davam como adquirido que a Coreia do Norte dificilmente aceitaria desmantelar o seu programa nuclear sem que os Estados Unidos retirassem a sua presença militar da região.

"Não acho que a desnuclearização signifique coisas distintas para o Sul e para o Norte", disse Moon Jae-in durante um almoço com empresários sul-coreanos. "Eles não impuseram nenhuma condição que os Estados Unidos não possam aceitar, como uma retirada das tropas norte-americanas da Coreia do Sul. Só falam do fim das políticas hostis contra a Coreia do Norte e de uma garantia de segurança", acrescentou o Presidente sul-coreano.

Desde que deu início ao seu programa nuclear, na década de 1990, a Coreia do Norte tem admitido a possibilidade de abdicar dele, mas sempre tendo como contrapartida a saída das tropas norte-americanas da Coreia do Sul.

A situação na península coreana tem registado uma evolução maior nos meses mais recentes do que nas duas décadas anteriores.

O Presidente norte-americano, Donald Trump, aceitou encontrar-se com o líder da Coreia do Norte (o que poderá acontecer até Junho), e as duas Coreias têm mantido reuniões com vista à possível assinatura de um acordo de paz – que poria fim ao armistício que vigora desde o fim da guerra de 1950-1953.

Na semana passada, o director da CIA e provável futuro secretário de Estado norte-americano, Mike Pompeo, reuniu-se com Kim Jong-un, com o qual estabeleceu "uma boa relação", segundo disse Donald Trump.

Podcast Fogo e Fúria: As Coreias a caminho da paz e Trump a caminho do Nobel?