Agressão a treinador interrompe Fenerbahçe-Besiktas

Num jogo de emoções à flor da pele, Senöl Günes teve de ser suturado e Pepe foi expulso.

Fotogaleria
EPA/SEDAT SUNA
Fotogaleria
Reuters/MURAD SEZER
Fotogaleria
Reuters/MURAD SEZER
Fotogaleria
Reuters/MURAD SEZER

O Fenerbahçe-Besiktas, referente à segunda mão das meias-finais da Taça da Turquia, foi interrompido após um incidente com o treinador do Besiktas. Senöl Günes foi atingido por um objecto arremessado pelos adeptos do Fenerbahçe quando decorria o minuto 56.

Günes foi suturado com cinco pontos na cabeça, o que levou à suspensão do encontro que se encontrava empatado, sem golos, numa altura em que o Besiktas estava já reduzido a dez unidades, por expulsão do internacional português Pepe, aos 30', após entrada ríspida sobre o brasileiro Souza.

Depois do incidente, o técnico do Besiktas recolheu ao balneário e foi posteriormente encaminhado para o hospital: "A tomografia não mostrou nenhum dano significativo no cérebro. Foi apenas uma concussão e vai ficar sob vigilância esta noite", explicou o médico Yunus Aydin, citado pelo jornal Fanatik.

No final da partida, segundo a imprensa turca, a polícia de Istambul fez mais de 20 detenções.

Refira-se que o jogo da primeira mão tinha também ficado marcado por episódios menos edificantes, com Ricardo Quaresma a receber ordem de expulsão por agressão ao mesmo adversário, o ex-portista Souza. Esse jogo ficou empatado (2-2), o que dava vantagem ao Fenerbahçe, que agora terá que aguardar as consequências desportivas deste incidente.

Apurado para a final está já o Akhisarspor, de Miguel Lopes e Hélder Barbosa, que eliminou o Galatasaray com uma vitória por 0-2, em Istambul, depois de ter sido derrotado por 1-2 em Akhisar, na primeira mão.