Ouro no Europeu e top 5 no Mundial

Diogo Ganchinho sagrou-se campeão europeu de trampolim.

Foto
DR

Foi um fim-de-semana altamente positivo o que Portugal alcançou na ginástica acrobática. No Campeonato do Mundo, que decorreu em Antuérpia, a selecção nacional terminou na quinta posição, enquanto no Campeonato da Europa de Trampolins, que teve lugar em Baku, o experiente Diogo Ganchinho arrecadou a medalha de ouro.

No Azerbaijão, o ginasta de 30 anos conquistou 60.130 pontos na final, somando mais 765 pontos do que o bielorrusso Mikita Ilynikh e mais 815 do que o francês Allan Morante, segundo e terceiro classificados, respectivamente. Para Ganchinho, que conta no currículo com duas participações olímpicas, esta é a segunda medalha que arrecada em Baku, depois de ter chegado ao bronze na mesma cidade em 2016, na Taça do Mundo.

Bem mais perto, na Bélgica, Portugal obteve, enquanto equipa, a melhor classificação de sempre num Campeonato do Mundo, ao terminar a competição no quinto posto da tabela. A selecção nacional, que marcou presença em três finais, obteve 43 pontos: 13 somados pelo par feminino, outros 13 pelo combinado feminino e 17 pelo combinado masculino.

A competição acabou por ser conquistada pela Rússia (57 pontos), uma potência da modalidade, que chegou ao ouro pela 10.ª vez consecutiva. No segundo lugar do pódio ficou a selecção de Israel (49), enquanto a medalha de bronze foi entregue à Bielorrússia (49).