Isabela Figueiredo é uma das convidadas da Festa Literária Internacional de Paraty

A autora de A Gorda e de Caderno de Memórias Coloniais irá participar na FLIP que se realiza de 25 a 29 de Julho e tem como autora homenageada a escritora Hilda Hilst (1930-2004).

Isabela Figueiredo
Foto
Isabela Figueiredo Nuno Ferreira Santos

A escritora Isabela Figueiredo é uma das convidadas da Festa Literária Internacional de Paraty (FLIP) que acontece de 25 a 29 de Julho, no Brasil. A autora de A Gorda, obra que acaba de chegar às livrarias brasileiras publicada pela editora Todavia, vai lançar nesta festa literária brasileira o seu primeiro livro publicado em Portugal em 2009, Caderno de Memórias Coloniais, que no Brasil sairá pela mesma editora.

A escritora que nasceu em 1963 em Lourenço Marques (actual Maputo), Moçambique, e que se mudou para Portugal em 1975, foi escolhida pela curadora da FLIP Joselia Aguiar porque as suas obras abordam questões que é importante discutir nos nossos dias.

 "A intimidade, o corpo, o racismo, a experiência colonial e a dos retornados, a escrita de si, a memória: uma estreante já madura, Isabela Figueiredo tem uma obra ainda de poucos títulos e, no entanto, muito potente e desconcertante", explica Joselia Aguiar no comunicado enviado pela FLIP às redacções.

Entre os outros convidados já confirmados estão André Aciman, autor de origem egípcia radicado nos EUA e que escreveu Call Me by Your Name (2007), e a franco-marroquina Leïla Slimani, autora de Canção Doce e vencedora do Prémio Goncourt.A  escritora Hilda Hilst (1930-2004) será homenageada nesta 16.ª edição do evento.