Pussy Riot vão actuar em Paredes de Coura

A polémica banda punk viaja da Rússia até ao festival minhoto em Agosto.

Foto
As Pussy Riot querem dar um concerto com "consequências mais profundas" em Paredes de Coura Reuters/DAVID MOIR

As Pussy Riot são a mais recente confirmação no cartaz da 26.ª edição do Vodafone Paredes de Coura, a decorrer entre 15 e 18 de Agosto. A banda punk foi anunciada esta terça-feira pela promotora do festival, a Ritmos, que não adianta contudo o dia em que o concerto das russas ocorrerá. 

O grupo feminista é reconhecido pelas actuações provocadoras e pelo activismo político, o que já lhes valeu condenações na justiça russa. Famosas pela ruidosa oposição ao regime de Vladimir Putin e o apoio ao movimento LGBT na Rússia, as Pussy Riot alargaram o seu alvo até ao outro lado do mundo — em particular, a Donald Trump no single Make America Great Again do EP XXX, lançado em 2016.

Para Agosto, as Pussy Riot prometem um espectáculo apoiado no "electro rap" e nas "coreografias artísticas". Citada no comunicado da Ritmos, Nadya Tolokonnikova, fundadora do grupo em 2011, anuncia para a praia fluvial do Taboão um concerto que não se esgotará no puro entretenimento e que terá “consequências mais profundas”.

Arcade Fire, ...And You Will Know Us by the Trail of Dead e Fleet Foxes são alguns dos outros nomes já confirmados para edição deste ano do Vodafone Paredes de Coura.