Câmara vai investir 5,8 milhões em Museu do Brinquedo e biblioteca

A estimativa é que a elaboração do projecto seja em breve adjudicada aos arquitectos por 320 mil euros e que a obra possa estar concluída “até 2022 ou 2023, no máximo”

Projecto vencedor para a Biblioteca Municipal e Museu do Brinquedo de Torres Vedras
Foto
Projecto vencedor para a Biblioteca Municipal e Museu do Brinquedo de Torres Vedras José Maria Magalhães Pavia Cumbre e Nuno Miguel Sousa Caetano, Arquitectos Lda.

O Museu do Brinquedo, um investimento de 5,8 milhões de euros, deverá abrir portas em Torres Vedras dentro de cinco anos, divulgou a autarquia, que apresentou na quarta-feira o projecto para a construção daquele equipamento e de uma biblioteca.

O futuro Museu do Brinquedo e nova biblioteca municipal serão construídas com base num projecto dos arquitectos José Pavia Cumbre e Nuno Sousa Caetano, vencedores do concurso público para a concepção e elaboração do projecto que “será desenvolvido durante três anos”, disse à Lusa o presidente da Câmara de Torres Vedras, Carlos Bernardes.

O projecto desenvolve-se “em torno de uma praça” a que se ligam os três blocos do edifício que albergará a biblioteca e o museu, visando “dar uma nova dinâmica ao centro histórico”, explicaram os autores.

No conjunto, as novas instalações da biblioteca municipal e do futuro Museu do Brinquedo e a criação de áreas de estacionamento representarão “um investimento de cerca de 5,8 milhões de euros” que Carlos Bernardes pretende “candidatar a fundos comunitários”.

A estimativa do autarca é de que a elaboração do projecto seja em breve adjudicada aos arquitectos vencedores por 320 mil euros e que a obra possa estar concluída “até 2022 ou 2023, no máximo”, ocupando o espaço onde em tempos funcionou a antiga fábrica de metalurgia da Casa Hipólito, demolida há alguns anos.

A biblioteca, que ocupa actualmente as instalações de uma antiga moagem, “teve, em 2017, 59.241 utilizadores”, número que Carlos Bernardes considera sustentar a necessidade de investir num novo espaço que “certamente passará a ter muito mais visitas”.

Já o Museu do Brinquedo albergará a exposição permanente de uma colecção privada de brinquedos e desenvolver-se-á com base no conceito “kids lab”, em que “o centro é a criança e o brinquedo é a ferramenta de interacção com ela”, pode ler-se na memória descritiva do projecto.

A proposta vencedora foi escolhida entre 75 projectos a concurso, a maioria dos quais integra uma exposição inaugurada nesta quinta-feira à noite no átrio do edifício multiusos da Câmara Municipal de Torres Vedras e que ficará patente ao público até ao dia 1 de Junho.