Prémios Sophia da Academia Portuguesa de Cinema são entregues esta noite

São Jorge, de Marco Martins, lidera as nomeações.

Foto
DR

Os vencedores da edição deste ano dos prémios Sophia, atribuídos pela Academia Portuguesa de Cinema, são anunciados este domingo à noite numa cerimónia conduzida pela actriz Ana Bola, que irá decorrer no Casino Estoril.

São Jorge lidera as nomeações, concorrendo em 13 das 22 categorias, incluindo Melhor Filme, Melhor Realizador (Marco Martins) e Melhor Actor Principal (Nuno Lopes). O filme está também nomeado nas restantes categorias de representação: Melhor Actriz Principal (Mariana Nunes), Melhor Actor Secundário (Adriano Luz e José Raposo) e Melhor Actriz Secundária (Beatriz Batarda).

A Fábrica de Nada, Al Berto e Fátima competem com São Jorge na categoria de Melhor Filme. No prémio para Melhor Realizador, além de Marco Martins, estão nomeados João Canijo, por Fátima, João Botelho, por Peregrinação, e Pedro Pinho, por A Fábrica de Nada.

Nuno Lopes compete na categoria de Melhor Actor Principal com Miguel Borges (Uma Vida à Espera), Cláudio da Silva (Peregrinação) e José Pimentão (Al Berto), e Mariana Nunes, na de Melhor Actriz Principal, com Carla Galvão (A Fábrica de Nada), Rita Blanco e Anabela Moreira (ambas pelos papéis que interpretam em Fátima).

Para o prémio de Melhor Actor Secundário estão nomeados, além de Adriano Luz e José Raposo, João Villas-Boas e Duarte Grilo (ambos por Al Berto), e para o de Melhor Actriz Secundária, além de Beatriz Batarda, Isabel Abreu (Uma Vida à Espera), Catarina Wallenstein (Peregrinação) e Raquel Rocha Vieira (Al Berto).

São Jorge compete ainda nas categorias de Melhor Argumento Original (Ricardo Adolfo e Marco Martins), Melhor Fotografia (Carlos Lopes), Melhor Som (Olivier Blanc e Hugo Leitão), Melhor Direcção Artística (Wayne dos Santos), Melhor Banda Sonora Original (Hugo Leitão, Nuno Malon e Rafael Toral), Melhor Maquilhagem e Cabelos (Djanira Cirilo da Cruz, Maria Almeida) e Melhor Montagem (Mariana Gaivão).

A Academia Portuguesa de Cinema irá também distinguir com prémios Carreira a caracterizadora Ana Lorena e o realizador e jornalista Lauro António, "ambos com um trabalho notável ao serviço do cinema português", e com um prémio póstumo o realizador de cinema de animação Artur Correia.