Madonna vai realizar filme inspirado na história de órfã da guerra da Serra Leoa

Michaela DePrince, actual primeira bailarina na companhia nacional de bailado holandesa, foi levada de um orfanato na Serra Leoa por um casal norte-americano que a adoptou.

Filme fará a adaptação do livro <i>O Voo da Bailarina</i>
Foto
Filme fará a adaptação do livro O Voo da Bailarina DR

A cantora norte-americana Madonna vai realizar um filme inspirado na história de Michaela DePrince, uma órfã da guerra da Serra Leoa que se tornou uma bailarina clássica de renome, anunciou esta terça-feira o estúdio MGM, produtor da longa-metragem.

O Voo da Bailarina, nome do livro autobiográfico publicado em 2014, será a terceira longa-metragem realizada por Madonna, depois de Sujidade & Sabedoria (2008) e W.E. (2011).

Órfã, abandonada pelo tio, que sofre de vitiligo (perda de pigmentação da pele), Michaela DePrince foi levada de um orfanato na Serra Leoa por um casal norte-americano que a adoptou. Tornou-se bailarina profissional, integrando o Joburg Ballet, a companhia de bailado de Joanesburgo, na África do Sul, antes de se juntar à companhia nacional de bailado holandesa, onde é primeira bailarina.

"O percurso de Michaela tocou-me, como artista e activista que compreende o que é a adversidade", afirmou Madonna, citada num comunicado divulgado pelo estúdio MGM. "Temos uma oportunidade única de dar destaque à Serra Leoa e de fazer com que a Michaela seja a voz de todos os órfãos com quem cresceu. Sinto-me honrada por poder dar vida à sua história", acrescentou a cantora-realizadora.

Michaela DePrince participou já num documentário, intitulado First Position (2011), realizado por Bess Kargman.

A adaptação do livro O Voo da Bailarina para argumento cinematográfico será da responsabilidade de Camilla Blackett, que já trabalhou em séries como The Newsroom e Jess e os Rapazes.

Em 2008, Madonna concebeu o documentário I Am Because We Are, realizado por Nathan Rissman, sobre os órfãos do Malawi, país onde adoptou quatro crianças.