A5 condicionada ao trânsito até sábado no sentido Lisboa-Cascais

A circulação na auto-estrada A5 vai estar condicionada até ao próximo sábado, entre as 21h da noite e as 6h da madrugada, no sentido Lisboa-Cascais. Prevê-se que o impacto não seja significativo, de acordo com fonte da Brisa Concessão Rodoviária.

Foto
O trânsito estará condicionado na via da direita e na via central da A5 Paulo Pimenta

A Auto-Estrada da Costa do Estoril (A5) vai estar condicionada ao trânsito, no sentido Lisboa-Cascais, até dia 17 de Março, sábado, devido à manutenção de semi-pórticos, anunciou esta terça-feira a Brisa. A concessionária de auto-estradas informou que os trabalhos para a substituição, reforço e reparação de semi-pórticos na A5 vão iniciar-se na noite desta terça-feira. 

Entre as 21h desta terça-feira e as 6h de quarta-feira, vai-se proceder ao corte da via direita e da via central, entre os quilómetros 6 e 7, no sentido Lisboa-Cascais. Na vida direita, vão ser ainda efectuados cortes entre os quilómeros 10 e 11, 14 e 18, e entre os quilómetros 20 e 23, bem como o corte de via direita e de ramo entre os quilómetros 19 e 20, no mesmo sentido.

Na madrugada de 14 para 15 de Março, a via direita estará novamente cortada nos segmentos acima referidos e também entre os quilómetros 22 e 23, e 25 e 26. Entre os dias 15 e 16 de Março, está previsto que os trabalhos de manutenção entre os quilómetros 10 e 11 estejam terminados, mantendo-se a estrada cortada nos restantes quilómetros anteriormente mencionados.

Por fim, na madrugada de 16 para 17 de Março, a via direita da A5 encontrar-se-á condicionada entre os quilómetros 20 e 23, 19 e 23; e 25 e 26.

Contactado pelo PÚBLICO, um porta-voz da Brisa afirmou que o corte das vias na A5 terá um “impacto diminuto no tráfego”, pelo que não se justifica a recomendação de vias alternativas para os automobilistas. De acordo com a mesma fonte, a manutenção dos semi-pórticos, estruturas de suporte para painéis de informação, será realizada no horário das 21h às 6h precisamente de forma a causar o mínimo impacto na circulação.