Com Foge, Jordan Peele levou consigo o Óscar de Melhor Argumento Original

O argumento escrito por Jordan Peele conquistou o voto da Academia.

Jordan Peele
Fotogaleria
Jordan Peele, o vencedor Reuters/CARLO ALLEGRI
Greta Gerwig
Fotogaleria
Greta Gerwig Reuters/DANNY MOLOSHOK
Martin McDonagh
Fotogaleria
Martin McDonagh Reuters/MARIO ANZUONI
Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani
Fotogaleria
Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani Reuters/MARIO ANZUONI
Guillermo del Toro
Fotogaleria
Guillermo del Toro LUSA/ETTORE FERRARI

O vencedor da votação da Academia para o Melhor Argumento Original foi conquistado por Jordan Peele, com o filme Foge. No seu discurso de aceitação, Peele disse ter pensado muitas vezes em desistir do filme, por pensar que seria impossível, mas admitiu que voltava sempre a tentar novamente. E parece ter dado bom resultado. 

Nesta categoria estavam nomeados Greta Gerwig, Lady Bird; Martin McDonagh, Três Cartazes à Beira da Estrada; Emily V. Gordon e Kumail Nanjiani, Amor de Improviso; Guillermo del Toro e Vanessa Taylor, A Forma da Água.

No ano passado, o vencedor foi o guião escrito por Kenneth Lonergan, com Manchester by the Sea