The Gift fizeram do Coliseu do Porto um Altar

A banda de Sónia Tavares, Nuno e John Gonçalves e Miguel Ribeiro apresentou na histórica sala portuense, esta sexta-feira, as canções do álbum que gravou com Brian Eno, numa noite que foi também de visita aos pontos marcantes de uma carreira com mais de duas décadas

Nelson Garrido
Fotogaleria
Nelson Garrido

Altar, o álbum que editaram em 2017, representou um momento especial na carreira da banda de Alcobaça. Nele, trabalharam com uma lenda que é, também, uma das grandes influências da banda, quer enquanto músico, quer enquanto produtor.

Guiados por Brian Eno, procuraram novos sons e novos caminhos dentro da sua personalidade musical. Isso, em estúdio. Em palco, como testemunham as imagens, mantém-se o cuidado cénico que demonstraram desde que deram os primeiros passos, estavam os anos 1990 a meio. 

Pelo Coliseu do Porto, na noite de sexta feira, passaram Love without violins ou Clinic hope, do sétimo álbum de originais, mas também Front of, Fácil de entender ou Driving you slow. Passado e presente unindo-se para a devida celebração, como era de rigor acontecer numa data especial, numa sala especial. Depois do Porto, Altar chega a Lisboa. Depois do Coliseu a norte, o Coliseu a sul, o dos Recreios. É este sábado, às 21h30.

Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Nelson Garrido
Sugerir correcção