Putin anuncia arma nuclear “invencível”

No discurso sobre o estado da Nação, o Presidente russo garante que qualquer ataque contra a Rússia ou os seus aliados terá "resposta imediata".

Foto
Este foi o último discurso sobre o estado da Nação antes das eleições russas LUSA/MAXIM SHIPENKOV

No discurso sobre o estado da Nação nesta quinta-feira, o último antes das eleições, o Presidente russo anunciou que foi testado um conjunto de novas armas, incluindo um míssil nuclear que pode atingir qualquer ponto do mundo. Vladimir Putin garantiu que o novo projéctil não pode ser detectado pelos sistemas antimíssil, classificando a arma como “invencível”.

O Presidente russo disse que este é um míssil cruzeiro “de baixo voo, difícil de encontrar, com uma carga nuclear com alcance praticamente ilimitado e uma rota de voo imprevisível, que pode ignorar as linhas de intervenção e é invencível perante todos os actuais e futuros sistemas de defesa de mísseis aéreos ou terrestres”.

“Nós consideraríamos qualquer uso de armas nucleares contra a Rússia ou contra os nossos aliados como um ataque nuclear contra o nosso próprio país. A resposta seria imediata”, afirmou Putin.