Cristas tenta reunir ex-presidentes no congresso

A ideia da líder do CDS-PP é fazer uma homenagem a Adriano Moreira, que também foi presidente do partido e tem 95 anos.

Adriano Moreira é conselheiro de Estado
Foto
Adriano Moreira é conselheiro de Estado LUSA/ESTELA SILVA

O CDS está a preparar uma homenagem ao ex-líder do partido Adriano Moreira no próximo congresso, marcado para 10 e 11 de Março. Ao que o PÚBLICO apurou, Assunção Cristas gostaria de juntar ex-presidentes do CDS, incluindo Paulo Portas, para esse tributo.

Com 95 anos, Adriano Moreira já foi convidado para estar no congresso do CDS, partido que liderou entre 1985 e 1988, e interinamente, de 1991 a 1992. No último ano, o histórico dirigente esteve em iniciativas da Tendência Esperança Movimento, corrente interna do CDS que se pretende formalizar, e que tem proposto a valorização de dirigentes históricos do partido.  

A líder do CDS mostrou vontade em reunir à volta de Adriano Moreira os antigos presidentes do partido, embora alguns, como Freitas do Amaral e Manuel Monteiro, já não sejam filiados no CDS. Restam Paulo Portas, que liderou o CDS durante 17 anos, e José Ribeiro e Castro, ex-deputado que presidiu ao CDS entre 1995-1997. Há quem veja esta reunião dos ex-presidentes difícil, mas possível.

Neste congresso, Assunção Cristas não terá oposição como candidata à liderança do partido e deverá ser reeleita sem quaisquer dificuldades. Para já a equipa de vice-presidentes – Adolfo Mesquita Nunes, Cecília Meireles e Nuno Melo – não deverá mudar, segundo noticiou o Expresso na passada semana.