Prestações de desemprego caíram 13,1% em Janeiro

O número de desempregados com subsídio social de desemprego subsequente foi de 23.826, uma descida homóloga de 27,3%. O valor médio do subsídio em Janeiro foi de 481,49 euros

Foto
Rita Franca

O número de desempregados a receber subsídios caiu 13,1% em Janeiro, face ao mesmo mês do ano passado, e subiu 3,8% relativamente a Dezembro de 2017, para os 192.331, divulgou hoje a Segurança Social.

De acordo com os dados mensais da Segurança Social, o número de beneficiários do subsídio de desemprego foi de 157.440 em Janeiro, menos 10,1% que no mês homólogo e mais 4,4% que no último mês do ano passado.

No primeiro mês deste ano o subsídio social de desemprego inicial abrangeu 9.263 indivíduos, o que representa um decréscimo de 18,4% face a Janeiro de 2017 e uma subida de 10,5% relativamente a Dezembro.

O número de desempregados com subsídio social de desemprego subsequente foi de 23.826, o que corresponde a uma descida homóloga de 27,3% e de 2,6% relativamente a Dezembro.

O valor médio do subsídio em Janeiro foi de 481,49 euros.

Segundo os dados da Segurança Social, a medida extraordinária de apoio aos desempregados de longa duração abrangeu 2.348 indivíduos em Janeiro, o que corresponde a menos 17,5% em termos homólogos e menos 4,5% relativamente a Dezembro.

De acordo com os dados do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) divulgados em Janeiro, o número de desempregados inscritos nos centros de emprego era de 403.771 em Dezembro, menos 16,3% face a igual mês de 2016, sendo o valor mais baixo desde Outubro de 2008.

Sugerir correcção