Lisboa é agora quem mais ganha com o turismo

No ano passado, a receita por quarto de alojamento turístico situou-se nos 72,6 euros, ou seja 22,4 euros acima da média nacional.

Foto
pe Pedro Elias

No ano de 2017, a capital do país passou a ser a região nacional com mais proveitos globais derivados de alojamento turístico, destronando o Algarve. De acordo com os últimos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), estes proveitos aumentaram 21,6% desde 2016 e passaram a totalizar os 1065,6 milhões de euros.

Lisboa registou mais de 14 milhões de dormidas e 6 milhões de hóspedes em 2017 mas o Algarve mantém-se como a região nacional que recebeu mais hóspedes, sejam eles nacionais ou estrangeiros. A receita por quarto disponível em Lisboa cresceu 20,6% desde 2016 situando-se agora num valor de 72,6 euros, muito acima da média nacional de 50,2 euros.

Em comunicado, Vítor Costa, presidente da Entidade Regional de Turismo da Região de Lisboa (ERT-RL), comenta os resultados afirmando que os mesmos “confirmam Lisboa como o grande motor do crescimento do turismo em Portugal”.

Costa salienta ainda o crescimento superior dos índices económicos face aos quantitativos o que comprova a excelência do destino e reforça ainda que os resultados são “um estímulo para a continuidade e aprofundamento do trabalho dos parceiros públicos e privados da região”.

Texto editado por Ana Fernandes