Em Vigo, à noite, são elas que decidem onde pára o autocarro

Na cidade espanhola, a partir das 22h30, o serviço de transportes facilita a vida às mulheres.

Foto
Reuters/THOMAS PETER

Na luta contra o abuso e o assédio, várias cidades espanholas decidiram que os seus transportes públicos deveriam ter um serviço nocturno amigo das mulheres, ou seja, abrindo a possibilidade àquelas que usam transportes à noite de pedirem para saírem onde quiserem. Vigo é a pioneira e desde sexta-feira que o serviço começou a funcionar a partir das 22h30, noticia o El País.

Quando uma mulher quer sair do autocarro, deve dirigir-se à parte da frente do mesmo, pedir ao motorista e este deve assegurar-se que a passageira sai em segurança – o objectivo é evitar que as mulheres sejam vítimas de violência ou agressão sexual. De notar que o motorista não deve sair da rota do autocarro.

Embora valorizem a intenção das cidades em promover este serviço a pensar nas mulheres, as associações feministas não estão completamente satisfeitas porque defendem que o enfoque deve ser posto nos agressores e não nas vítimas. Por isso, o que propõem é mais polícia na rua, ruas mais iluminadas, campanhas que promovam a igualdade e condenem a violência doméstica.