PÚBLICO distinguido em prémio internacional de design por trabalho sobre José Afonso

Menção honrosa foi a única distinção atribuída pela Society for News Design a um órgão de informação português.

Foto
O especial Canta, Zeca foi publicado por altura dos 30 anos da morte de José Afonso DR

O PÚBLICO recebeu uma menção honrosa na sexta edição do concurso internacional do Melhor Design Digital, organizado pela Society for News Design (SND), a mais conceituada entidade mundial em design de imprensa em papel e online. O prémio foi atribuído na categoria de Projecto Singular ao trabalho Canta, Zeca, um especial multimédia que assinalava os 30 anos passados sobre a morte de José Afonso.

O prémio foi atribuído por um conjunto de 13 jurados, responsáveis pela avaliação de mais de 1000 trabalhos candidatos. No total, foram distinguidas 60 publicações (veja aqui a lista completa). Foram atribuídas três medalhas de ouro, 42 medalhas de prata e 440 menções honrosas. O PÚBLICO foi a única publicação portuguesa a ser distinguida.

O especial do PÚBLICO recorda o concerto de Zeca Afonso no Coliseu de Lisboa, em 1983, naquela que seria uma das suas últimas actuações. O design é de Andrea Espadinha e Miguel Cabral. O trabalho — publicado a 23 de Fevereiro de 2017, data que marcou os 30 anos da morte do cantor — é assinado por Sibila Lind e Frederico Batista, com colaboração de Camilo Soldado e Ricardo Sampaio, e coordenação de Hugo Torres e Sérgio B. Gomes.

Já em 2017, o PÚBLICO recebeu dois prémios ÑH2017 de bronze, referentes à primeira página “Porquê?” — sobre os acontecimentos de Pedrógão Grande — e à capa sobre a morte de Helmut Kohl. Também durante o ano passado, na categoria de infografias e reportagens, o PÚBLICO venceu o prémio de bronze relativo ao trabalho “Como foram as horas do inferno”.