Kung hei fat choi: celebre o ano do cão

Do Galo para o Cão. O calendário chinês obedece a um zodíaco de 12 animais. Feliz ano novo.

Fotogaleria
Fotogaleria
Auriculares da Primark (3,00 euros) DR
Fotogaleria
Chinelas Havaianas (12,95 euros) DR
Fotogaleria
Mochila da Diesel (260 euros) DR
Fotogaleria
Relógio Chopard, edição limitada (preço sob consulta) DR
Fotogaleria
Manta da Ale-Hop (preço sob consulta) DR
Fotogaleria
Almofada da Ali Express (1,65 euros) DR
Fotogaleria
Pijama da Intimissimi (49,90 euros) DR
Fotogaleria
Relógio da Swatch (50,00 euros) DR
Fotogaleria
T-shirt da Mango (12,99 euros) DR
Fotogaleria
Carteira da Primark (6,00 euros) DR
Fotogaleria
Capa para telemóvel da Pull&Bear (1,99 euros) DR
Fotogaleria
Boxers da H&M (7,99 euros) DR
Fotogaleria
Robô disponível na Worten (258,99 euros) DR
Fotogaleria
Bolsa da Longchamp (preço sob consulta) DR
Fotogaleria
Kilt da Gucci disponível na Farfetch (2500 euros) DR
Fotogaleria
Capa de edredão da Zara (19,99 euros) DR
Fotogaleria
Meias da H&M (12,99 euros) DR
Fotogaleria
Relógio alusivo ao novo ano Vacheron Constantin (preço sob consulta) DR

Em 2018, o ano novo chinês, celebra-se na próxima sexta-feira, já que obedece a um calendário lunar, regido pela lua, e termina a 5 de Fevereiro de 2019. Nesse dia pode desejar um bom ano a quem se cruzar consigo e faça um brilharete dizendo-o em cantonês: "Kung hei fat choi".

O animal deste ano, o cão, representa assim o signo de quem nasce em 2018, que corresponde ao ano 4716 do calendário chinês, o mais antigo do mundo. Aliás, este signo repete-se de 12 em 12 anos, uma vez que cada ano corresponde a um animal diferente.

Para o ano é a vez do Porco, segue-se o Rato, depois o Búfalo, o Tigre, o Coelho, o Dragão, a Serpente, o Cavalo, a Cabra, o Macaco e o Galo. Este último, associado ao elemento de fogo, foi o animal que representou o ano de 2017. 

Independentemente do animal, nas ruas do Oriente ou nos lugares onde há comunidades chinesas é costume celebrar-se com as danças do Dragão e do Leão, que representam a sorte e a prosperidade, tal como as tradicionais lanternas vermelhas e douradas.

Em Portugal, esta data também é festejada. Este fim-de-semana, a festa desceu a Avenida Almirante Reis e fixou-se no Martim Moniz, em Lisboa. Por exemplo, no Museu do Oriente, também em Lisboa, há actividades nos dias 17, 18 e 24, com visitas orientadas, ateliers e oficinas para toda a família. As inscrições só podem ser feitas até esta segunda-feira.

Para o ajudar a entrar no espírito, o Culto fez uma selecção de produtos alusivos a este ano. Veja a fotogaleria em cima.