Utilizadores do iPhone X queixam-se de não conseguirem atender chamadas

Alguns clientes dizem que o ecrã do modelo topo de gama não se liga quando o telefone começa a tocar.

Clientes na Austrália entusiasmados por terem comprado um iPhone X
Foto
Clientes na Austrália entusiasmados por terem comprado um iPhone X LUSA/DAVID MOIR

O iPhone X, o telemóvel da Apple com mais tecnologia e com preço mais elevado, está a ter falhas numa função básica: permitir aos utilizadores atender chamadas.

Vários clientes têm-se queixado de que o telemóvel começa a tocar, mas o ecrã demora vários segundos a activar-se e a mostrar o botão para atender. Em algumas situações, de acordo com relatos publicados online, o ecrã não chega a acender-se.

“Muitas vezes não consigo ver uma chamada, só a consigo ouvir. Noutras vezes, há um atraso significativo”, escreveu um utilizador no fórum da Apple para apoio a clientes. Outros referem que reinstalar o sistema operativo ou reiniciar o telemóvel resolveu o problema, mas apenas temporariamente. “Quando recebo uma chamada no meu iPhone X, começa a tocar mas o ecrã [só se liga] após 6-8 segundos. Quando reinicio o iPhone X, os problemas ficam automaticamente resolvidos [mas] após 15-20 chamadas o problema recomeça”, observou outro.

As reclamações foram feitas ao longo dos últimos meses, mas só agora aqueles relatos chegaram à imprensa. Ao jornal Financial Times, um dos primeiros a divulgar a situação, a Apple declarou que está a analisar o problema.

O iPhone X é uma aposta importante para a Apple e foi apresentado como o pontapé de saída para a próxima década do iPhone, cujo primeiro modelo foi lançado em 2007. Chegou ao mercado no final do ano passado, depois de ter sido apresentado em Setembro, juntamente com os iPhone 8 e 8 Plus. É o mais caro iPhone de sempre: os preços ultrapassam os mil euros na loja da Apple.

Depois de notícias que davam conta de vendas decepcionantes, a Apple comunicou na semana passada que vendeu menos 1% de iPhones durante o último trimestre de 2017 do que nos mesmos meses de 2016 (no total, o mercado dos smartphones caiu cerca de 6%, de acordo com a analista IDC). No entanto, a empresa conseguiu mais receitas, graças ao um valor médio de venda de cada aparelho mais elevado, num sinal de que o iPhone X está a ter procura por parte dos consumidores. Os números ficaram aquém das estimativas dos analistas de mercado.