Sim, é possível combinar sustentabilidade e luxo na perfeição

Situado no litoral do Estado de Alagoas, no Nordeste do Brasil, o Kenoa Beach Spa & Resort bem que podia ser, ele próprio, a imagem do paraíso. Um hotel “ecochique” que cativa pelos pequenos detalhes e que também tem sotaque e sabores de Portugal.

Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR
Fotogaleria
DR

Cada um terá a sua própria imagem de paraíso mas não será arriscado apostar que, para muitos mortais, essa idealização passa por uma praia quase deserta, de águas quentes e calmas, debaixo de uma temperatura que nunca desce abaixo dos 25 graus e com uma envolvência repleta de árvores e vegetação tropical. O Kenoa Beach Spa & Resort é tudo isto e muito mais. Uma espécie de pequeno paraíso onde ecologia e luxo conseguem andar de mãos dadas. Aproveitando o que a natureza tem de melhor, este resort é um desses locais exclusivos. Tão exclusivo que para ler as linhas que se seguem convém que reúna uma de duas condições: ter um orçamento que lhe permite pagar um valor superior a 400 euros por noite num hotel; gozar de uma capacidade para sonhar extraordinária.

Considerado um dos resorts de referência do Brasil, o Kenoa está plantado no litoral do Estado de Alagoas — não muito longe de Maceió, a capital —, sobre o qual recai a fama de ter algumas das praias mais bonitas de todo o país. É o caso da Barra de São Miguel, localidade onde se encontra implantado este alojamento “ecochique”, que resulta do “sonho” de um empresário português. Pedro Marques, de Lisboa, e a família, há já algum tempo que encaravam a região de Maceió como uma “segunda casa”. A essa ligação juntou-se, depois, a vontade de investir num empreendimento de qualidade superior e com um atendimento personalizado, que se faz notar assim que os clientes entram pelo portão adentro. No momento em que colocar os pés no Kenoa, começará logo a ser tratado pelo seu nome — e assim vai ser ao longo de toda a estadia, de cada vez que lhe desejarem “bom dia” ou perguntarem se está tudo do seu agrado — e será brindado com uma bebida de boas-vindas que tem tanto de deliciosa quanto de bonita (espumante com maracujá, canela e hortelã).

Sejam bem-vindos ao paraíso e preparem-se para uma estadia onde é obrigatório descansar, caminhar no extenso (e calmo) areal e apanhar banhos de sol e de mar. E de piscina. Sim, porque o Kenoa tem duas, com borda infinita — e o mar como pano de fundo. No jardim das piscinas encontrará vários espaços para relaxar — ao sol ou à sombra — e tomar uma das muitas bebidas refrescantes disponíveis na carta. Com uma certeza: todas as espreguiçadeiras, mesas de apoios e restante mobiliário de exterior são feitos única e exclusivamente de madeira. Neste resort não entra qualquer tipo plástico — nem mesmo o das garrafas (são todas de vidro) ou dos sacos do lixo (são de papel).

PÚBLICO -
Foto
DR

Outro dos grandes exemplos da preocupação ambiental que foi tida na construção deste resort, cujo projecto de arquitectura é assinado por Osvaldo Tenório, assenta no facto de não terem sido usadas quaisquer tintas nas paredes. Apostou-se em formas primitivas e originais, juntaram-se elementos decorativos singulares e o resultado acabou por ser fantástico. As pias das casas de banho foram esculpidas directamente na pedra, os quadros dos quartos exibem saias de palha de indígenas, os telhados de colmo foram feitos por artesãos da Bahia, há vasos de madeira da Amazónia, enfim, toda a decoração foi pensada ao pormenor e projectada de propósito para o Kenoa. “Não existe nada nos quartos que se encontre numa loja”, garante Pedro Marques, que assume ter participado “em cada passo, decisão e detalhe” do projecto e construção do resort, assumindo que este resultado final tem muito de pessoal.

Villas com acesso directo ao mar

Os alojamentos do Kenoa Beach Spa & Resort (22 no total) dividem-se em suítes e villas. As primeiras têm vista para a reserva natural e para o oceano, e contam com uma área generosa, distribuída pelo quarto — cama king size, com lençóis de algodão egípcio e travesseiros de pena de ganso — casa de banho, closet e uma varanda onde encontrará uma dessas banheiras de madeira (ofurô) que convida a banhos relaxantes, ao luar ou ao pôr do sol.

E se conforto e luxo é algo que não falta em cada uma das suítes, nas villas essas qualidades (e outras tantas) saltam ainda mais à vista. Duvida? Cada uma delas (são quatro no total) dispõe de piscina com borda infinita e acesso directo à praia. No caso das Jaobi Villas, são 78 metros quadrados de área no total. Já a Kenoa Villa tem (imagine-se) 200 metros quadrados de área, repartidos entre a sala de jantar, sala de estar, quarto, closet, casa de banho e jardim junto à piscina.

Independentemente da tipologia, nos alojamentos o hóspede nunca perde de vista o mar. Tal como acontece no wine bar, no lounge — instalado no terraço, a nove metros de altura — e no Restaurante Kaamo. Tente imaginar-se a degustar a primeira refeição do dia de frente para o oceano, numa mesa repleta de frutas tropicais, tapioca, pão, bolos e croissants frescos, sumos de fruta natural e café acabado de fazer, entre outras iguarias (antes de chegar ao hotel, o hóspede é convidado a preencher uma ficha pre-arrival onde dá nota das suas preferências). Melhor do que isso só talvez a sensação de almoçar ou jantar no Kaamo, cuja carta é assinada pelo chef brasileiro César Santos e que aposta forte nos pratos com influência nordestina e, também, nos sabores portugueses. No menu encontrará vários tipos de cataplanas, feitas à boa maneira lusitana — ou não fosse este um hotel idealizado por um português.

PÚBLICO -
Foto
DR

À noite, não estranhe se achar o espaço exterior do resort pouco iluminado (a Fugas teve sorte, uma vez que passou por lá em noites de lua cheia). Essa escuridão é propositada, contam-nos, uma vez que existe, ali, uma grande reserva de tartarugas e a ordem passa por reduzir os impactos negativos. De qualquer forma, no quarto encontrará um pequeno foco de luz para que possa caminhar até ao restaurante ou bar em segurança. E também não vale a pena assustar-se se, durante o dia, avistar duas iguanas a passearam pelo jardim. Não fazem mal a ninguém, são conhecidas da casa — vivem a paredes-meias — e só estão, mesmo, à procura de uma árvore para trepar.

Caminhar na areia ou relaxar no spa

Estando situado numa das praias mais afamadas do litoral de Alagoas, o Kenoa propõe aos seus hóspedes uma caminhada ao longo do extenso areal — que o próprio hotel ajuda a manter impecável, com um serviço de limpeza diário —, bem como alguns passeios de barco ou a cavalo. Sugestões não faltam e também passam por aproveitar ao máximo as próprias instalações do Kenoa Beach Spa & Resort, mais concretamente o ginásio e o spa, equipado com sauna, banho turco e jacuzzi. A lista de tratamentos e massagens é variada e tem a garantia dos produtos da marca francesa Caudalie — com propostas para drenar, relaxar, esfoliar e hidratar. Só terá mesmo de escolher e deixar-se levar pelos sentidos.

Sugerir correcção