Casey Affleck não vai entregar Óscar à melhor actriz deste ano

Actor foi acusado de assédio sexual em 2016 e decidiu não marcar presença na cerimónia.

Affleck venceu no ano passado o Óscar de Melhor Actor
Foto
Affleck venceu no ano passado o Óscar de Melhor Actor Lucas Jackson/Reuters

Casey Affleck decidiu não entregar o Óscar de Melhor Actriz, rompendo com uma tradição segundo a qual o vencedor do Óscar para o melhor actor numa edição dos prémios da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood entrega, no ano seguinte, o galardão à melhor actriz. De acordo com o site Deadline, o actor, que foi acusado de assédio sexual, tomou esta decisão por não querer que a sua presença distraia as atenções das prestações das actrizes nomeadas.

Casey Affleck venceu o Óscar de Melhor Actor no ano passado devido à sua participação em Manchester by The Sea. De acordo com a tradição que tem sido cumprida nos últimos anos, Affleck anunciaria e entregaria o Óscar à actriz com a melhor interpretação deste ano — que será Frances McDormand (Três Cartazes à Beira da Estrada), Sally Hawkins (A Forma da Água), Margot Robbie (Eu, Tonya), Saoirse Ronan (Lady Bird) ou Meryl Streep (The Post).

No entanto, o actor foi acusado em 2016 de assédio sexual, algo que terá acontecido durante as filmagens do filme I’m Still Here, levando a uma petição de 2017 assinada até agora por mais de 19.500 pessoas para que o actor fosse impedido de participar na cerimónia deste ano.

Tal como aconteceu na entrega dos Globos de Ouro, espera-se que a cerimónia dos Óscares seja marcada pela onda de denúncias de abusos sexuais na indústria cinematográfica – que levou à origem dos movimentos #MeToo e Time’s Up.