Senadora democrata anuncia gravidez e volta a fazer história

Nascida na Tailândia, veterana de guerra e agora mãe durante o mandato. O caminho de Tammy Duckworth tem sido marcado por estreias na história do Senado.

Foto
Reuters/JOSHUA ROBERTS

Tammy Duckworth voltou a fazer história. A senadora democrata norte-americana anunciou esta terça-feira que está grávida da sua segunda filha, o que a torna a primeira senadora norte-americana a ser mãe durante o mandato. Mas esta não é a primeira vez que a democrata é pioneira e deixa a sua marca na história política norte-americana.

Duckworth, de 49 anos, anunciou a gravidez através das redes sociais, destacando que o compromisso com as suas funções e o seu trabalho na defensa dos interesses das famílias já haviam sido reforçados com o nascimento da sua primeira filha, Abigail, de três anos. 

No anúncio, a equipa da senadora destacou que, na história dos Estados Unidos, apenas dez mulheres foram mães enquanto exerciam funções no Congresso. Mas nenhuma o fez no Senado.

Filha de um militar norte-americano que serviu na Segunda Guerra Mundial e na Guerra do Vietname e de mãe chinesa, Tammy Duckworth já tinha feito história ao tornar-se a primeira senadora de origem tailandesa a ser eleita. O seu local de nascimento tinha sido mesmo um dos temas da campanha, quando o seu rival republicano ridicularizou a sua ascendência tailandesa durante um debate televisivo.

Duckworth foi ainda a primeira senadora com deficiência a chegar ao Senado, depois de ter perdido as duas pernas durante o seu serviço militar no Iraque, em 2004, quando o seu helicóptero foi atacado.

Numa entrevista ao Chicago Sun-Times, Duckworth fala do aborto espontâneo que sofreu durante a sua campanha para o Senado, para o qual foi eleita em Novembro de 2016, e partilha as dificuldades que teve para engravidar e os tratamentos a que foi sujeita.

Na mesma entrevista, a senadora democrata diz que “já estava na altura” de o Senado norte-americano ter uma mulher grávida durante o mandato, uma vez que a ausência de mulheres traça um retrato da desigualdade representativa do país.

Tammy Duckworth chegou ao Senado depois de dois mandatos na Câmara dos Representantes e de ter desempenhado funções como assistente do Departamento norte-americano dos Veteranos.